Tony Tornado faz show animado para público pequeno

Lincoln Tornado, filho do cantor, dançou e empolgou a plateia

Filipe Mauro
São Paulo

Apesar de um resfriado e de uma dor de garganta, o cantor e ator Tony Tornado subiu ao palco Groove da Virada Cultural, neste domingo (20), e prestou uma homenagem a seu amigo Tim Maia. O volume de público, ainda que modesto, não o incomodou: "é assim que gosto, pouca gente, mas gente seleta".

Tony foi acompanhado ao palco pelo filho, o cantor Lincoln Tornado, e a backing vocal Francine, que surpreendeu a alameda Barão de Limeira ao som de "I Feel Good", do americano James Brown.

Virada Cultural
Tony Tornado em show na Virada Cultural - Fillipe Mauro/Folhapress

Impedido de dançar desde uma cirurgia no fêmur, Tony recorreu ao filho Lincoln, que levantou a plateia com um gingado de samba-rock. Empolgado, Lincoln derrubou o microfone e arrancou gargalhadas do pai: "isso aí filho, dança pra caraca e quebra tudo, que a gente manda a conta pra Prefeitura".

Após o espetáculo, Tony recebeu a Folha para uma entrevista nos camarins. Ele, que completa 88 anos no próximo dia 26 de maio, afirmou estar "quebradasso" e temer envelhecer.

Questionado sobre a forma como enxerga hoje o movimento negro, não poupou críticas: "vejo muita modinha, gente que acha que conscientizar o negro é cuidar do cabelo e usar roupa estampada; só que não é o negro que ganha dinheiro com isso". E completa, rindo: "dom, não sou negro de movimento; sou negro em movimento".


 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.