Descrição de chapéu Televisão

Presidente da CBS, Leslie Moonves, deixa cargo após novas denuncias de assédio sexual

Executivo estava no cargo há 15 anos e reconhece que teve encontros com mulheres, mas diz que foram consensuais

Com agências de notícia
O presidente da rede de televisão americana CBS, Leslie Moonves, deixou o cargo neste domingo (9) após novas acusações de assédio sexual, segundo o jornal The New York Times. 

Em julho, a revista New Yorker havia publicado um artigo em que seis mulheres declaravam ser vítimas do executivo. No domingo, nova reportagem foi divulgada, com outras seis denúncias, levando à saída de Moonves. 

As mulheres alegam terem sofrido os assédios entre os anos 1980 e o início dos anos 2000. As novas denuncias incluem alegações de sexo forçado, exposição não requisitada do corpo de Moonves e uso de violência física e intimidação.

Leslie Moonves, agora ex-presidente da CBS
Leslie Moonves, agora ex-presidente da CBS - Lucy Nicholson/Reuters

“As terríveis acusações nesta reportagem são falsas”, disse Moonves à New Yorker. “Nunca usei meu cargo para impedir o avanço ou a carreira das mulheres. Posso supor que as denúncias estão surgindo agora pela primeira vez como parte de um esforço conjunto para destruir minha reputação e minha carreira”, afirmou o executivo. 

Há 15 anos no comando da empresa, Moonves é creditado por transformar a CBS em líder de audiência.
O executivo é o mais recente caso de queda de um figurão do entretenimento por denúncias de assédio sexual, encabeçadas pelo movimento MeToo.

Em novembro de 2017, a CBS já havia demitido um de seus principais âncoras, Charlie Rose, após acusações similares. Com as agências de notícias

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.