Descrição de chapéu Televisão

SBT ressuscita e mata 'Brasil, ame-o ou deixe-o' em vinheta relâmpago

Slogan da ditadura aparece em chamadas de teor nacionalista na emissora de Silvio Santos

São Paulo

O SBT passou a exibir nesta terça (6) uma série de vinhetas com mensagens nacionalistas e as cores da bandeira durante os intervalos comerciais de sua programação. 

Na principal delas, o hino nacional é tocado enquanto é exibido um dos principais slogans da ditadura: "Brasil, ame-o ou deixe-o".

Com a repercussão negativa e uma onda de críticas na internet, essa mensagem específica foi tirada do ar na noite da própria terça. Mas pelo menos outras quatro foram mantidas na programação.

Frame de vinheta nacionalista do SBT
Frame de vinheta nacionalista do SBT exibida nesta terça (6) - Reprodução

"Brasil, ame-o ou deixo-o" ficou marcada como parte da propaganda estatal do governo do general Emílio Garrastazu Médici, que governou o país de 1969 a 1974, na época do chamado Milagre Econômico e em um dos períodos mais repressivos do regime militar.

De acordo com a assessoria de imprensa do SBT, a escolha do slogan teria sido um equívoco da emissora. Eles não teriam notado que a frase remete a uma das épocas mais duras do regime.

A empresa de Silvio Santos afirma que não há qualquer conotação política nos vídeos. E nega que haja relação com a eleição de Jair Bolsonaro à Presidência.

O capitão reformado foi eleito nove dias atrás, no último dia 28 de outubro, apoiado em uma agenda conservadora. Com elogios aos militares e à ditadura, o presidente eleito afirmou ainda durante a campanha que o objetivo de seu governo é fazer "o Brasil semelhante àquele que tínhamos há 40, 50 anos atrás".

Segundo o SBT, a intenção da campanha foi exibir uma mensagem positiva, de unificação e de incentivo aos seus espectadores.

Pelo menos mais quatro vinhetas ainda estão em exibição. Em comum, todas seguem o mesmo formato.

Na imagem, surgem a bandeira do Brasil e pontos turísticos famosos do país, entre eles o Cristo Redentor, o Masp, a avenida Paulista, as cataratas do Iguaçu e igrejas tipicamente coloniais.

O que muda de uma para outra é a música e a frase exibida. Na chamada em que é tocado o hino à bandeira, o slogan é "Brasil, terra adorada". O hino da Independência exibe "Brasil, pátria amada". As Forças Armadas também foram lembradas. Um dos vídeos une o hino da Marinha com o slogan "Brasil de encantos mil".

A música "Pra Frente, Brasil", que ficou famosa na Copa de 1970, durante a ditadura, compõe outra das chamadas, com a frase homônima da canção. As vinhetas são exibidas desde o final da manhã de terça. As mudanças no conteúdo das chamadas e na identidade visual foram produzidas pela própria emissora.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.