Descrição de chapéu Televisão

Nova temporada de Greg News debaterá Bolsonaro além do 'golden shower'

'Se o governo é piada, tarefa do comediante é falar sério', diz Gregorio Duvivier

O humorista Gregorio Duvivier na segunda temporada do programa Greg News, da HBO
O humorista Gregorio Duvivier na segunda temporada do programa Greg News, da HBO - Divulgação
São Paulo

Se o “governo é uma piada, a tarefa do comediante é falar sério”, diz Gregorio Duvivier. A partir desta sexta (29), ele volta à bancada do Greg News, programa de humor noticioso que ganha sua terceira temporada, a primeira sob a gestão Bolsonaro. A armadilha da vez, diz, é cair na tentação de fazer graça com “menino veste azul, menina veste rosa” e afins.

“Queremos falar sobre o que não está sendo dito, o que vai além da cortina de fumaça”, afirma o humorista. “Se alguém resolve perguntar o que é ‘golden shower’ no Twitter, e não no Google, está armando uma estratégia. A gente tem que filtrar essa enxurrada para falar do que vai nos afetar de fato.”

Isso ajuda a explicar por que o primeiro episódio vai tratar de reflexos da violência, mais precisamente das milícias e da facilitação do porte de armas –temas que circulam pelo gabinete do superministro da Justiça, Sergio Moro, que luta pela aprovação de seu pacote anticrime.

"Temos um presidente que fala em homenagear o golpe militar e elogia miliciano", afirma Duvivier. "Ele indica gostar mais do [coronel acusado de tortura] Ustra do que do Geisel. Ou seja, gosta de bandidos, e não de militares."

Além de evitar a armadilha da "piada plantada", o comediante também impõe a si outro desafio: retomar o humor, que a esquerda perdeu para a direita, diz.

"O humor nasceu anárquico, progressista, mas agora é usado para distribuir preconceito. Isso ficou claro na disputa entre Haddad e Bolsonaro. Um era professoral e o outro conseguia se comunicar porque era fanfarrão."

Neste ano, a série terá 30 episódios (10 a mais do que antes) e se estenderá até novembro --no ano passado, a lei eleitoral impediu que a atração fosse ao ar depois de agosto. Muda o horário de exibição: 23h, no canal HBO. A atração também estará na grade da plataforma HBO Go.

Ao grupo de roteiristas se juntam especialistas em checagem de fatos. 

"O anonimato na internet permite que as pessoas falem asneiras", diz Roberto Rios, vice-presidente corporativo de produções originais da HBO latino-americana. "Gosto do programa porque a gente tenta chegar às pessoas com informação e embasamento."

Rios esteve por trás da importação do formato do programa, algo entre o jornalístico e o noticioso, e que faz muito sucesso nos Estados Unidos, consagrado por Jon Stewart no Daily Show. Hoje, Stephen Colbert e John Oliver são alguns de seus sucessores. 

"Estranhamente, era um formato muito raro na América Latina", comenta Rios. "O difícil era encontrar alguém, como o Gregorio, que podia representar esse 'mix' perfeito de usar o humor e a inteligência para tratar de questões sérias."

Desta vez, o cenário também muda, com "paisagens mais brasileiras" atrás da bancada, segundo Duvivier. "Vai ter o Copan, a Praça dos Três Poderes, para lembrar que o Brasil é sensacional, apesar de tudo."

Greg News
Estreia da terceira temporada. HBO, 23h.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.