Descrição de chapéu Moda

Bobstore mistura esportivo, artesanal e influências dos anos 1980 na SPFW

André Boffano, que agora assina o design sozinho, pretende modernizar a imagem da marca

Giuliana Mesquita
São Paulo

André Boffano, estilista da Bobstore que agora assina o design sozinho, quer modernizar a imagem da marca. Também estilista da jovem Modem, que desfila sua coleção nesta quarta-feira (24) na São Paulo Fashion Week, o paulistano mistura referências bem distintas: o esportivo, o artesanal e os anos 1980.

Do mundo dos esportes, principalmente de inverno, vem as parcas coloridas com tons vibrantes, os cadarços que acinturam vestidos e jaquetas de formas amplas com elásticos nas barras.

 

Os comprimentos mini e os paetês misturados à peças mais fluídas foram tiradas dos anos 1980, mas modernizadas ao gosto da filha de sua cliente —público que o estilista pretende atingir com essa coleção.

O artesanal apareceu em tricôs, carro-chefe da marca, mais leves, com tramas mais abertas e franjas de raion que lembram ráfia. Os detalhes crus fecham a equação em detalhes nas bolsas de couro, especialidade de Boffano.

No começo de 2019, quando assumiu solo a Bobstore, André Boffano construiu um acervo de peças antigas para a marca. “Se eu não tivesse feito essa pesquisa, a coleção seria completamente diferente”, conta o estilista antes da apresentação.

Na tentativa de modernizar a marca, o estilista mira na filha de sua cliente conservadora, mas acerta nas turmas mais descoladas que já consomem sua marca própria.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.