Vídeo com dueto de Tom Jobim e Andy Williams reacende memórias de artistas

Postagens de fã japonês mostram convidados brasileiros, que relembram participação nos anos 1960

Tom Jobim e o cantor Andy Williams no programa ‘The Andy Williams Show’, em 1964; vídeo agora está no YouTube 
Tom Jobim e o cantor Andy Williams no programa ‘The Andy Williams Show’, em 1965 - Instituto Antonio Carlos Jobim/Divulgação
Lucas Fróes
Salvador

​Antes de Frank Sinatra ligar dos Estados Unidos para o bar Veloso, que seria rebatizado de Garota de Ipanema, à procura de Tom Jobim, o cantor americano Andy Williams já havia feito dueto com o soberano maestro brasileiro.

Em 1964, no "The Andy Williams Show", um concentrado Tom e um empolgado Andy cantaram "The Girl from Ipanema". Essas raras imagens a cores podem ser vistas graças a um fã japonês que publicou o conteúdo no YouTube.

 

Em 1965, Dorival Caymmi foi ao mesmo programa cantar "Das Rosas" e "Temporal". "No dia seguinte a essa apresentação, ele saiu nas ruas, em Los Angeles, e as pessoas o cumprimentavam", conta o filho Danilo Caymmi. Em 1967, foi a vez de Marcos Valle e do Quarteto em Cy serem convidados. "O Andy Williams era um cara muito simpático, foi muito boa a maneira como ele me recebeu no programa", lembra Valle.

"O incrível é que ele tem só 21 anos", disse Andy no palco. "Tenho 22", corrigiu Valle, que na verdade tinha 23, mas seguiu o script. Andy agradeceu ao governo brasileiro por ter levado os artistas ao programa. "Acho que tinha alguma coisa a ver com o Itamaraty, que na época ajudou com as passagens", presume Cyva, do Quarteto em Cy, apresentado como The Girls from Bahia —nome dado por Aloysio de Oliveira, marido dela à época.

"Andy fez questão de cantar conosco, ele era muito bacana, nós até brincamos muito com ele, dizendo coisas em português pra ele repetir", afirma Cyva.

"Depois do programa teve uma festa num lugar chamado The Factory, uma boate badalada da época, em Beverly Hills, enorme. O Andy Williams fechou o clube para festejar o programa, cheio de artistas do cinema, da música. Foi muito legal. Mas nunca mais vi o Andy Williams depois", diz Valle.

Sérgio Mendes foi o outro brasileiro a participar do programa, em 1970. Andy Williams era um grande admirador da música brasileira e parecia ter predileção por Tom Jobim. Na derradeira visita de Tom ao programa, em 1965, Andy se emocionou antes de "Bonita". "É uma das músicas mais adoráveis e suaves que eu já ouvi. Toque essa."

Com os aplausos do público, ele chegou a laçar Tom com o braço direito para ter a certeza de que aquele homem que ele tanto admirava estava ali, ao seu alcance.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.