Advogada ferida por estilhaços durante Rock in Rio será indenizada

Um fragmento utilizado em espetáculo do grupo Fuerza Bruta se desprendeu e atingiu o braço da espectadora

Rio de Janeiro

A advogada Luana de Menezes Curvello, 36, foi atingida na tarde de domingo (29) por estilhaços de um cenário do espetáculo do grupo Fuerza Bruta, no festival Rock in Rio.

Ferida no braço direito, Curvello deverá ser indenizada pela organização do festival e pelo grupo argentino.
O incidente ocorreu por volta das 17h25, quando um fragmento utilizado na cena “Bollo” se desprendeu atingindo o braço da espectadora.

“Na hora da explosão eu senti uma dor inexplicável e comecei a pedir socorro dizendo que eu havia sido atingida por algo”, conta a espectadora, que sofreu lesão e queimadura.

Show do grupo argentino Fuerza Bruta no Rock in Rio - Mauro Pimentel/AFP

Segundo a organização do festival, Curvello "foi prontamente atendida pela equipe médica de plantão e, em seguida, encaminhada ao hospital". "Toda a assistência necessária vem sendo prestada desde o incidente e, apesar de não ter havido necessidade de internação da espectadora, ela continuará sendo acompanhada até sua total recuperação”, diz a assessoria do Rock in Rio.

Curvello —que era acompanhada pela cunhada durante o espetáculo— relata que produtores e seguranças a ampararam, levando-a para o posto médico do evento. 

"Chegando lá, eles acabaram de rasgar a minha blusa e se assustaram com o que viram, informando que eu tinha que ir para o hospital o mais rápido possível. Cogitaram de me levar para o Lourenço Jorge [hospital público localizado na Barra da Tijuca]. Exigi que me levassem para o hospital Vitória, também na Barra e assim foi feito”, diz Curvello, que foi acompanhada por uma produtora do espetáculo.

Encaminhada à sala de sutura, ela levou quatro pontos no braço, sendo que parte do ferimento teve que ficar exposta. Depois dos procedimentos, a produtora a convidou assistir ao festival da sala Vip. Mas a advogada preferiu voltar para sua casa.

Na terça-feira (1), foi registrada ocorrência na 39ª Delegacia de Polícia. Na sexta (4), Curvello foi procurada pelos advogados do festival.

Nesta sexta-feira (11), a assessoria jurídica do festival entrou em contato com o advogado de Curvello para discutir um acordo para sua indenização.

"O jurídico da Cia Fuerza Bruta em conjunto com o Rock in Rio estão tratando do caso diretamente com a espectadora. E, como já mencionado em nota anterior, a mesma está recebendo toda assistência desde o momento do incidente e seguirá com o acompanhamento das partes até a sua total recuperação”, diz nota da assessoria do festival. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.