Descrição de chapéu Livros

Campos Salles gerou recessão e deixou governo sob fortes vaias e quebradeira

Presidente que comandou o Brasil na virada do século 19 para o 20 ganhou os apelidos de Pavão e Campos Selos

Naief Haddad
São Paulo

Com a popularidade em declínio, o presidente Campos Salles virou alvo assíduo dos chargistas da imprensa brasileira na virada do século 19 para o 20.

O mandatário, que governou o país de 1898 a 1902, era satirizado até pela vaidade —ia com grande frequência a barbearias para aparar o bigode e o cavanhaque. O jornal Cidade do Rio publicou uma charge em que a cabeça dele aparecia no corpo de um pavão. O apelido se alastrou. 

Além de Pavão, outra alcunha se disseminou país afora. O presidente determinou uma taxação extra de mercadorias, que deveriam ser seladas. Incomodada com a iniciativa, a população adotou Campos Selos como trocadilho.

Salles e o antecessor, Prudente de Moraes, são os temas do quarto volume da Coleção Folha - A República Brasileira. O livro chega às bancas neste domingo, dia 6.

“Campos Salles entrou no governo pela porta da frente —e saiu pela dos fundos”, escreve a historiadora Márcia Juliana Santos. Ela se refere ao fato de o presidente, depois de uma série de medidas recessivas, ter deixado o governo sob fortes vaias. 

Marcada pela austeridade, a política econômica de Salles levou ao aumento do desemprego nas cidades e à quebradeira de diversas empresas. 

Houve queda da inflação, mas essa conquista não foi suficiente para garantir a popularidade do presidente nascido em Campinas. 

Saiba como adquirir os livros da Coleção Folha

Os volumes podem ser comprados pelo telefone, pelo site, em bancas ou em livrarias: 

  • folha.com.br/republica;
  • tels. (11) 3224-3090 (na Grande SP) e 0800-775-8080 (outras localidades)
  • O lançamento nacional acontece neste domingo(22). A cada semana um novo volume chega às bancas.
  • A venda não é restrita aos assinantes da Folha.

Veja os preços:

  • Cada volume custa R$ 21,90 nos estados de SP, RJ, MG e PR. Para os demais estados, os valores estão disponíveis no site;
  • Na compra do primeiro volume, o segundo é gratuito;
  • Para a compra da coleção completa (28 livros), assinantes da Folha ou do UOL pagam R$ 591,30 (nesse caso, 4 livros são gratuitos);
  • Para os não assinantes, R$ 591,30 (frete gratuito para SP, RJ, MG e PR). Nos demais estados, os valores estão disponíveis no site ou SAA;
  • Na compra da coleção completa, é possível parcelar em até 10 vezes no cartão de crédito;
  • A coleção também é vendida em lotes de 7 livros cada ou volumes individuais.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.