Sindicatos definem regras para retomada do audiovisual na França

Com o relaxamento das medidas de contenção da Covid-19 no país, produtores esperam voltar ao trabalho em breve

São Paulo

Com países da Europa saindo lentamente do confinamento imposto pela atual pandemia de coronavírus, produtores de cinema e televisão da França já começaram a se planejar para a retomada das gravações no audiovisual.

De acordo com a revista americana Variety, sindicatos e outras associações que representam funcionários do setor no país chegaram a um acordo em relação às condições para que as produções sejam de fato retomadas.

Agentes de saúde distribuem máscaras na entrada de fábrica na França
Agentes de saúde distribuem máscaras na entrada de fábrica na França - Lou Benoist/AFP

Aprovadas pelo Comitê Central de Higiene, Segurança e Condições de Trabalho na Produção de Filmes, Curtas e Comerciais, as regras agora foram enviadas para o ministro do Trabalho da França.

O documento de 40 páginas destaca medidas como a atuação de novos profissionais nos sets de filmagens —incluindo um consultor especializado na Covid-19 e funcionários responsáveis pela limpeza de adereços. As organizações também exigem que transporte privado seja disponibilizado para funcionários-chave das produções e que alimentos sejam fornecidos exclusivamente em bandejas individuais.

Quanto às gravações em si, o livro de regras determina que os sets devem receber no máximo 50 pessoas. Filmagens em ambientes abertos só devem acontecer se a produção for capaz de isolar e higienizar completamente a área em questão.

Para as cenas de aglomerações, caso os produtores se recusem a reescrevê-las ou gravá-las com o uso de máscaras para os atores, a condição é que estes sejam testados para a Covid-19, tenham suas temperaturas medidas e entrem em quarentena voluntária antes das filmagens.

A expectativa é que as novas regras causem um aumento significativo no orçamento e no tempo de produção de filmes, comerciais, séries e outros programas televisivos.

Entre os próximos títulos que devem retomar ou iniciar suas gravações em breve na França estão a série "Voltaire, Mixte", da Amazon Prime Video, e novos filmes de François Ozon, David Foenkinos e Fred Cavayé.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.