Descrição de chapéu Obituário Chica Xavier (1932 - 2020)

Morre a atriz Chica Xavier, veterana de séries e novelas, aos 88 anos

Ela tinha um câncer e estava internada em um hospital no Rio de Janeiro

São Paulo

A atriz Francisca Xavier Queiroz de Jesus, a Chica Xavier, morreu na madrugada deste sábado (8), aos 88 anos. Ela tinha um câncer e estava internada no Hospital Vitória, no Rio de Janeiro.

Ela atuou em mais de 40 papéis nas últimas cinco décadas na televisão brasileira. Um de seus personagens mais marcantes foi o de Magé Bassã, da minissérie "Tenda dos Milagres", de 1985, da Globo. Ela atuou ao lado de Sônia Braga em "A Força do Desejo", em 1999, e sua última participação foi em "Cheias de Charme", de 2012, ambas da Globo.

Na emissora carioca ela teve ainda papéis de coadjuvante em outras importantes novelas, como “Dancin' Days”, de 1978, “Sinhá Moça”, de 1986, e “O Rei do Gado”, de 1996.

“Uma precursora, símbolo de gerações de atrizes e atores negros, de representatividade, que trazia em cada cena ou fala traços latentes de baianidade. Nunca negou a origem”, escreveu a TV Globo em comunicado oficial.

Mesmo tendo seu rosto associado à televisão, a atriz também teve carreira destacada no teatro, além de trabalhos no cinema. Em 1956, integrou o elenco da peça “Orfeu da Conceição”, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Seu primeiro filme foi em 1962, “O Assalto ao Trem Pagador”, de Roberto Farias.

A atriz foi uma das homenageadas no desfile de 1999 intitulado “Quatro Damas Negras”, da escola Lins Imperial, que participou do Grupo B na Supucaí naquele ano.

Chica Xavier era casada há 64 anos com o também ator Clementino Kelé, 94, ambos nascidos em Salvador. Ela deixa a neta Luana Xavier, que apresenta o programa "Viagem a Qualquer Custo", no Multishow, e o neto Ernesto Xavier, ator e jornalista.

Em seu perfil em uma rede social, Luana homenageou a avó. “Chica Xavier, 88 anos de amor e de fé! Vovó retornou ao Orun no dia 8 de agosto de 2020, aos 88 anos. Oito é o número do infinito, e vovó é o próprio infinito”, afirmou. “Que Olorum a receba com toda a pompa e circunstância que ela merece. Nós seguiremos daqui dando continuidade a tudo o que ela plantou.”

Outros atores também prestaram tributo a atriz. “Obrigado, dona Chica, por inspirar e se doar como se doou. Obrigado pelo amor e talento que nos ofereceu”, postou Lázaro Ramos.

Ator e secretário Especial da Cultura, Mario Frias também usou uma rede social para se manifestar. “Chica revolucionou gerações e levou a arte em sua expressão maior, sem medo, mulher destemida durante mais de seis décadas nos inspirou com seu inigualável talento. Meus sentimentos à familia”, escreveu.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.