Descrição de chapéu Cinema

Harvey Weinstein responde a seis novas acusações por crimes sexuais

Produtor americano pode pegar até 140 anos de prisão, afirma promotoria de Los Angeles

São Paulo

O ex-produtor americano de cinema Harvey Weinstein, de 68 anos, responderá por mais seis acusações de violência sexual, de acordo com um anúncio feito pela Procuradoria de Los Angeles, nos Estados Unidos, nesta sexta-feira (2).

As novas acusações contra Weinstein foram feitas por duas mulheres, que tiveram seus nomes omitidos em nota divulgada pelo órgão do distrito, e se somam a outras três que já tinham sido apresentadas à promotoria.

Uma das mulheres acusa Weinstein de a ter estuprado num quarto de hotel em Beverly Hills entre setembro de 2004 e setembro de 2005. A outra afirma que o ex-produtor a estuprou duas vezes entre novembro de 2009 e novembro de 2010.

É a segunda vez que a queixa criminal contra Weinstein é alterada para incluir contagens adicionais. Se condenado conforme acusado na queixa emendada, o réu pode pegar até 140 anos de prisão, segundo o comunicado da promotoria.

“Agradeço às primeiras mulheres que relataram esses crimes e encorajaram outras pessoas a se apresentar”, disse a promotora Jackie Lacey, em nota. “A disposição dessas últimas vítimas em testemunhar contra um homem poderoso nos dá as evidências adicionais necessárias para construir um caso criminal convincente.” ​

Em maio deste ano, o ex-produtor de cinema Harvey Weinstein, foi condenado, a 23 anos de prisão por abuso sexual e estupro, seguidos de cinco anos de supervisão fora das grades.

As denúncias contra o ex-produtor inspiraram o movimento MeToo, que incentivou dezenas de mulheres a irem a público falar sobre casos de assédio sexual que sofreram.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.