Descrição de chapéu Moda

Lil Nas X irrita Nike ao lançar tênis com sangue humano na sola e alusão ao Diabo

O rapper e a empresa MSCHF viram alvos de polêmica depois de lançarem sapatos com símbolo satânico

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Nova York | AFP

Uma coleção limitada de sapatos com referências satânicas e gotas de sangue humano gerou escândalo nos Estados Unidos. A empresa que os projetou, em parceria com o rapper Lil Nas X, foi processada pela Nike.

Os "Sapatos de Satanás" foram postos à venda pela empresa MSCHF, especializada em produtos de coleção limitada que são vendidos na internet, na esteira do lançamento do clipe da canção "Montero".

Os sapatos foram feitos em colaboração com o rapper americano Lil Nas X, famoso por sua música "Old Town Road", um dos maiores sucessos de 2019.

O modelo é inicialmente um tênis Air Max 97, fabricado pela Nike, ao qual foram adicionados símbolos que aludem ao Diabo, como uma estrela de cinco pontas invertida, e ao qual também foram injetadas gotas de sangue humano na sola, de acordo com a MSCHF, doadas por seus próprios funcionários.

"Os 'Sapatos de Satanás' foram produzidos sem um acordo ou autorização da Nike", disse um porta-voz da empresa à AFP. “A Nike não está ligada a esse projeto de forma alguma”, acrescentou.

Homem negro de cabelos vermelhos usa lente de olho amarela e está deitado ao chão, que é vermelho, segurando um tênis preto com símbolo satânico
O rapper Lil Nas X em divulgação do tênis que fez em parceria com a MSCHF, empresa especializada em produtos de coleção limitada que são vendidos na internet - Reprodução

A Nike exige a suspensão da entrega dos calçados, que foram esgotados nesta segunda-feira (29), sob preço de US$ 1.018 (cerca de R$ 5.800 mil). A empresa afirma que o modelo é uma fonte de confusão e expôs a empresa a um possível boicote. Nos últimos dias, o rapper de 21 anos também lançou um vídeo no qual se mostra fazendo uma dança erótica para o Diabo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.