Fãs de Taylor Swift recebem jatos de água na fila para show deste sábado no Rio

Medida acontece após Time for Fun ser notificada pelo Procon e garantir o uso de seis caminhões pipa e a distribuição de água

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Natasha Werneck Pedro Strazza
São Paulo e Rio de Janeiro

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro socorreu o público que aguardava o segundo show de Taylor Swift no país, horas antes do anúncio de seu cancelamento. Neste sábado, o departamento enviou um caminhão pipa para refrescar a fila da apresentação da "Eras Tour" com jatos de água.

A produção do show pôs um caminhão pipa na entrada na face norte do estádio, que dá acesso à pista Premium, para o público se refrescar antes de entrar no estádio, onde os termômetros chegaram a marcar 39°C no momento.

Público na fila do segundo show de Taylor Swift no Brasil - Pilar Olivares/Reuters

A equipe do show também está atendendo pessoas que passaram mal com o calor na fila. Pessoas enfermas tem sido levadas de cadeira de rodas para serem atendidas dentro do estádio.

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o trabalho. Nele, é possível ver um bombeiro jogando água para cima usando uma mangueira, próximo ao lugar onde os fãs da cantora aguardavam a entrada no estádio Nilton Santos, o Engenhão.

"Nossa moço, obrigada", comemoraram os fãs que receberam os jatos de água do Corpo de Bombeiros na entrada do estádio.

A estratégia veio um dia após a morte de Ana Clara Benevides, de 23 anos, durante o show dessa sexta-feira, após sofrer parada cardíaca por passar mal pelo calor. Mais de mil pessoas também desmaiaram no evento, em que foram denunciadas má distribuição de água e vedação da circulação de ar.

Os fãs receberam a notícia com muito pavor do que enfrentariam neste sábado, como é o caso de Ana Goggin, de 43 anos, que veio do Recife trazer a filha, Júlia Simão, de 15 anos, para conhecer a sua artista preferida.

"Fiquei preocupada desde antes porque fiquei monitorando. Apesar de a gente ser do Nordeste, sei que aqui no Rio é pior. Depois da notícia de ontem, negociamos estratégias diferentes, não vamos ficar na grade, não prender urina, primeiro sinal de estar passando mal já alertar", ressalta ela.

Goggin aproveitou o caminhão pipa na porta de entrada e resolveu se refrescar do calor. Apesar disso, ela não viu outras estratégias para o acesso ao estádio. "Eu achei interessante [o caminhão pipa], mas não vi nenhuma estratégia diferente do que estava ontem. Disseram que iríamos entrar mais cedo e até agora não liberaram [14h50]. Não vi ninguém distribuindo água, só vendedores ambulantes com um preço superfaturado. Mas realmente, agora que passei lá, senti um alívio."

Elas foram ao show com uma roupa confortável e fresca para aproveitar o evento sem nenhum contratempo.

Produtora responsável pelos shows de Taylor Swift no Brasil, a Time for Fun também adotou novas medidas após ser notificada pelo Procon do Rio de Janeiro. Além da garantia de seis caminhões para refrescar o público dos shows, a empresa vai liberar o acesso de água e comida trazida pelos fãs no estádio.

O Ministério Público também vai investigar a conduta da produtora durante os próximos shows.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.