Gerdau vende hidrelétricas para mineradora Kinross por R$ 835 mi

Usinas, inauguradas em 2010, têm capacidade instalada total de 155 megawatts

Funcionário observa a produção de vergalhões em uma unidade da Gerdau, em São José dos Campos (SP)
Produção de vergalhões em uma unidade da Gerdau, em São José dos Campos (SP) - Paulo Fridman/Bloomberg News
São Paulo

O grupo siderúrgico Gerdau anunciou nesta quarta-feira acordo com a mineradora canadense Kinross Gold para venda de duas centrais hidrelétricas por R$ 835 milhões.

A companhia produtora de aço vendeu os complexos hidrelétricos de Caçu e Barra dos Coqueiros, em Goiás. As usinas foram inauguradas em 2010 e têm capacidade instalada total de 155 megawatts.

O presidente da Gerdau, Gustavo Werneck, afirmou em comunicado que a venda das usinas é "mais um importante passo" do planejamento de desinvestimentos do grupo, que nos últimos anos tem se concentrado em ativos mais rentáveis.

Com a venda das usinas, a Gerdau já levantou mais de R$ 6 bilhões nos últimos quatro anos com desinvestimentos.

As ações da Gerdau encerraram em alta de 6,6% nesta quarta-feira, entre as maiores valorizações do Ibovespa.

A companhia afirmou que manterá geração de energia própria na usina de Ouro Branco (MG) e que conta com o abastecimento da hidrelétrica Dona Francisca, no Rio Grande do Sul.

A empresa informou ainda que possui contratos de energia de longo prazo que podem substituir a geração própria, "garantindo a competitividade no custo e o abastecimento das usinas".

A venda das duas usinas ocorreu alguns dias depois da Gerdau anunciar desinvestimento em usina produtora de fio-máquina no Estado norte-americano do Texas e em mais duas unidades de processamento de aço nos EUA por US$ 92,5 milhões.

Reuters

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.