Página da SpaceX no Facebook sai do ar após promessa de Elon Musk no Twitter

O empresário foi desafiado a deletar a página da companhia na rede social

Elon Musk, criador da SpaceX e da Tesla
Elon Musk, criador da SpaceX e da Tesla - Joe Skipper - 6.fev.2018/Reuters
Reuters

​​A página oficial da companhia de lançamento de foguetes espaciais SpaceX saiu do Facebook nesta sexta-feira (23), minutos depois que o fundador da empresa e bilionário do Vale do Silício, Elon Musk, prometeu no Twitter tirá-la do ar ao ser desafiado por um usuário.

"Apague a página da SpaceX do Facebook se você for homem", escreveu um usuário do Twitter a Musk.

A resposta do também presidente da montadora de veículos elétricos Tesla foi: "Eu não tinha percebido que havia uma [página da SpaceX no Facebook]. Vou fazer isso."

A página da SpaceX no Facebook, que tinha mais de 2,7 milhões de seguidores, não está mais acessível.

Musk iniciou a conversa no Twitter ao responder a uma mensagem do cofundador do WhatsApp Brian Acton com a hastag #deletefacebook.

"O que é o Facebook?", escreveu Musk no site de microblogs.

Na terça (20), Acton, que foi cofundador do aplicativo de mensagens WhatsApp, incentivou os usuários do Facebook a deletarem suas contas na plataforma, em meio à pior crise vivida pela rede social desde sua criação.

Na postagem no Twitter, ele escreveu: "It is time. #deletefacebook" ("É hora. #deletefacebook").

A hashtag circulou pelo Twitter nos últimos dias, após o jornal The New York Times revelar que a Cambridge Analytica, consultoria que participou da campanha de Donald Trump, obteve dados sigilosos de 50 milhões de usuários do Facebook e usou as informações para ajudar a eleger o presidente americano em 2016.

Musk deletou também a conta no Facebook de sua outra empresa, a Tesla, de carros elétricos. 

Ele disse que continuaria usando o Instagram, rede social de compartilhamento de fotos que pertence ao Facebook, "desde que permaneça razoavelmente independente". 

"Eu não uso o FB e nunca usei, então não pense que sou algum tipo de mártir ou que minhas empresas estão sofrendo um grande golpe. Além disso, não anunciamos nem pagamos por endosso, por isso… não nos importamos", escreveu.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.