Delta terá custo adicional de US$2 bi com combustível, diz presidente

Companhia aérea reduziu projeção de lucros para terceiro trimestre

Nova York | Reuters

A Delta Air Lines deve gastar R$ 2 bilhões a mais neste ano devido ao aumento de despesas com combustível, disse nesta quarta-feira (27) o presidente-executivo da companhia aérea, Ed Bastian.

No começo do mês, a Delta reduziu sua projeção de lucro no segundo trimestre por conta do aumento de 50% nos seus gastos com combustíveis. A expectativa do preço das ações caiu de US$ para para US$ 1,65/US$ 1,75. 

Avião da Delta levanta voo no aeroporto internacional de Atlanta, nos EUA - Associated Press

O gasto cada vez maior com combustível já pesou sobre os resultados de outras companhias aéreas. Em abril, a American Airlines reduziu sua estimativa de lucro anual.

A Delta, que é uma das sócias da brasileira Gol, e os concorrentes esperam que uma demanda forte, preços mais altos das passagens aéreas e benefícios com redução na carga tributária nos EUA possam compensar o impacto dos preços mais elevados do combustível.

As ações da Delta recuaram cerca de 2% nesta tarde, para US$ 50,04, tendo desempenho pior que o do índice que reúne papéis do setor nos EUA.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.