Mercado reduz expectativa de juros para 2019 após 44 semanas

Pesquisa do Banco Central indica expectativa de inflação abaixo de 4% em 2018

São Paulo | Reuters

O mercado reduziu a expectativa para a taxa básica de juros em 2019 pela primeira vez depois de 44 semanas e passou a ver a inflação neste ano abaixo de 4%, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central.

O levantamento divulgado nesta segunda-feira (26) mostrou que o cenário para a política monetária passou a ser de uma Selic a 7,75% no final do ano que vem, contra 8% previsto antes. 

Para este ano, permanece a expectativa de que ela seja mantida em 6,5% no último encontro do BC, em 11 e 12 de dezembro.

O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, também vê a Selic a 6,5%  em 2018, mas reduziu ainda mais a estimativa para o próximo ano, a 7%, de 7,5% antes.

O economista Roberto Campos Neto assumirá a presidência do BC no lugar de Ilan Goldfajn no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, que também anunciou a permanência de Mansueto Almeida como secretário do Tesouro Nacional.

As contas para a inflação continuam em trajetória de queda no levantamento semanal com uma centena de economistas. Para 2018, a projeção foi reduzida a 3,94% e, para 2019, a 4,12% de 4,13% e 4,20% respectivamente na semana anterior.

O centro da meta oficial para este ano é de 4,5% e, para 2019, de 4,25%. 

A margem de tolerância para ambos os anos é de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), a projeção de crescimento este ano subiu 0,03 ponto percentual e chegou a 1,39%, avançando a 2,5% em 2019.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.