PF faz operação contra organização suspeita de desviar R$ 30 mi de bancos

Terceirizados eram chamados para instalar equipamentos que permitiram invasão dos sistemas

Rio de Janeiro

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (7) operação para desarticular organização criminosa suspeita de fraudar sistemas informatizados de instituições bancárias em cinco estados e no Distrito Federal e desviar ao menos R$ 30 milhões, informou a PF em nota.

Como parte da chamada operação Bandeirantes, foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e oito de busca e apreensão em endereços em Brasília, Goiânia e São Paulo, segundo a PF, que não identificou as organizações financeiras afetadas pelo esquema.

De acordo com a investigação, iniciada em 2016, a organização criminosa recrutava estagiários e funcionários terceirizados de bancos para instalar equipamentos que permitiram a invasão dos sistemas por integrantes da quadrilha.

"Com acesso aos dados dos clientes, através de senhas de servidores das instituições financeiras, os criminosos transferiram valores de correntistas para contas de integrantes do grupo", afirmou a PF, acrescentando que o esquema foi identificado em Alagoas, Rio Grande do Norte, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

Segundo comunicado da Polícia Federal, as instituições bancárias envolvidas estimam que a fraude gerou prejuízo de R$ 30 milhões apenas no último ano.

Operação da Policia Federal desarticula organização suspeita de fraudar sistemas informatizados de instituições bancárias - Eduardo Knapp/Folhapress
Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.