Crédito imobiliário sobe 33% em 2018 para R$ 57,4 bi e interrompe três anos de queda

Em dezembro, volume atingiu R$ 6,05 bi, maior concessão mensal em quase quatro anos

São Paulo | Reuters

O volume de financiamento imobiliário com recursos da caderneta de poupança somou R$ 57,4 bilhões em 2018, uma alta de 33% em relação ao ano anterior que interrompe uma sequência de três anos consecutivos no vermelho, informou nesta quarta-feira (30) a Abecip, entidade que representa as financiadoras do setor.

Em dezembro, o volume atingiu R$ 6,05 bilhões, um salto de 64,4% sobre um ano antes e o maior volume mensal em quase quatro anos.

Ainda assim, o resultado é menos da metade do registrado no pico, em 2014, quando os empréstimos atingiram R$ 113 bilhões.

Em número de unidades, foram financiados 23,4 mil imóveis em dezembro, resultado 60,9% maior do que um ano antes. No acumulado do ano, o sistema financiou compra e a construção de 228,4 mil imóveis, alta de 30% em relação a 2017.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.