Dólar bate R$ 4 com aversão a risco por impasse comercial entre EUA e China

Na última semana, cotação subiu 0,13%, em quinta alta consecutiva

São Paulo | Reuters

O dólar abriu com alta de mais de 1% ante o real e atingiu o patamar de R$ 4 diante da aversão ao risco no exterior, conforme o impasse entre Estados Unidos e China reduzia as esperanças de que as duas maiores economias do mundo possam resolver sua disputa comercial em breve.

Às 12h01, o dólar avançava 1,26%, a R$ 3,9940 na venda. Na máxima, a moeda chegou a R$ 4,0054. A última vez que o dólar atingiu a casa de 4 reais havia sido em 7 de maio.

O Ibovespa futuro recuava fortemente nos primeiros negócios desta segunda-feira. Às 9h30, o contrato do Ibovespa com vencimento em junho perdia 1,57%, a 92.820 pontos.

Na última sexta-feira (10), a moeda norte-americana caiu 0,24%, a R$ 3,9443 na venda, mas na semana a cotação subiu 0,13%, na quinta semana consecutiva de alta.

O dólar futuro tinha alta de 1,1% neste pregão.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de US$ 10,089 bilhões (R$ 39,924 bilhões).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.