Usiminas pagará reforma de R$ 1,2 bi de alto-forno em MG

Investimento dará mais duas décadas de operação ao forno, inaugurado em 1974

Reuters

A Usiminas informou nesta segunda (27) que seu conselho de administração aprovou investimento de R$ 1,234 bilhão até 2022 para a reforma de alto-forno de sua usina em Ipatinga (MG).

O equipamento vai parar em meados de 2021. O conselho ainda aprovou R$ 143,9 milhões para um gasômetro, em substituição ao que explodiu em agosto de 2018.

A Usiminas, que tem mais dois alto-fornos, fará a reforma com recursos próprios. 

A última no alto-forno 3, o maior e inaugurado em 1974, ocorreu em 1999 —até a nova reforma, em junho de 2021, ele terá 21 anos e 7 meses de operação.

A ação dará mais duas décadas de uso ao forno, cuja capacidade saltará de 2,3 milhões de toneladas ferro gusa por ano para 2,9 milhões.
 

Trabalhador em fábrica da Usiminas em Ipatinga (MG) - Alexandre Mota - 17.abr.2018/REUTERS

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.