Descrição de chapéu Previdência

Após derrubada de acordo, Bolsonaro diz que todos vão ter de contribuir

Presidente atuou para favorecer policiais na reforma, mas abandonou negociações

Brasília

Após a derrubada de acordo para aliviar as regras de aposentadoria de policiais federais, o presidente Jair Bolsonaro defendeu na noite desta quarta-feira (3) a necessidade de todos contribuírem para o novo regime de aposentadoria.

Em comemoração do aniversário da independência dos Estados Unidos, na embaixada do país em Brasília, o presidente disse, inicialmente, que o assunto iria para o voto na comissão especial.

“Na Previdência, todo mundo vai ter de contribuir”, disse o presidente após ser informado pela imprensa que, na verdade, o trecho havia sido retirado na noite desta quarta-feira.​

O presidente Jair Bolsonaro defendeu na noite desta quarta-feira (3) a necessidade de todos contribuírem para o novo regime de aposentadoria - Marcos Corrêa/PR

O presidente havia atuado para favorecer policiais na reforma previdenciária. Durante o dia, líderes da Câmara dos Deputados chegaram a fechar um acordo nesse sentido, mas a categoria continuou insatisfeita, o que derrubou as negociações.

Assim, a nova versão da proposta não suaviza regras para policiais federais, rodoviários federais ou legislativos. 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu também que os policiais federais deem sua contribuição, já que toda a sociedade será atingida pelas alterações nas regras de aposentadoria.

“Ninguém faz isso sorrindo, ninguém comemora votação de reforma da Previdência, mas a gente faz com muita convicção que é o único caminho para garantir estabilidade”, disse.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.