Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Bolsonaro diz que novo Bolsa Família pode se chamar Bolsa Brasil

Presidente também fala em criar mecanismos para mudar triagem de quem é beneficiado

Brasília

Bolsa Brasil. Este poderá ser o novo nome do Bolsa Família, segundo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
 
"Há um estudo nesse sentido, querem mudar para Bolsa Brasil", disse para deputados e lideranças evangélicas que se reuniram nesta quarta (18) num espaço de eventos em Brasília para a primeira conferência nacional da bancada evangélica.
 
O tema foi levantado pela plateia em pergunta lida pelo líder do bloco, o deputado e pastor Silas Câmara (Republicanos-AM).

A dúvida foi posta num momento em que a futura cara do programa social criado no governo Lula é incerta.
 
Segundo a coluna "Painel", a atual administração decidiu abortar a reformulação do Bolsa Família, um plano que, esperava-se, seria uma das vitrines presidenciais para 2020. A falta de recursos no Orçamento de 2020 seria a culpada.
 
A equipe econômica apresentou um projeto de Orçamento que reservou R$ 29,5 bilhões para o programa no próximo ano –menos que os R$ 32 bilhões de 2019 e sem a previsão do 13º para beneficiários, prometido pelo presidente.

Bolsonaro não falou sobre um possível déficit orçamentário para turbinar o projeto, mas disse ao público evangélico que seu governo quer "criar mecanismos" para aperfeiçoar a triagem de quem é beneficiado pelo subsídio —um ponto recorrente em seu discurso. "Tem gente que não precisa estar no Bolsa Família", afirmou o presidente.
 
Durante a campanha eleitoral, o presidente disse haver fraude em 30% do programa, sem apresentar dados para sustentar uma acusação dessa magnitude.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.