Produtora de carne cultivada em laboratório recebe aporte de cerca de R$ 672 milhões

Rodada de investimentos contou com recursos de grupo liderado por SoftBank

Bangalore (Índia) | Reuters

A produtora norte-americana de carne cultivada em laboratório Memphis Meats anunciou nesta quarta-feira (22) que levantou US$ 161 milhões (cerca de R$ 672 milhões) em uma rodada de investimento que contou com recursos de grupos como SoftBank e o fundo soberano de Cingapura, Temasek Holdings.

A companhia afirmou que a rodada de investimento elevou o total aportado na empresa para mais de US$ 180 milhões (R$ 751 milhões) e atraiu recursos de investidores novos e atuais da empresa como Bill Gates, Richard Branson e Tyson Foods.

A Memphis não revelou o valor de mercado utilizado como base para a rodada de investimento.

O primeiro hambúrguer de laboratório do mundo, lançado por um grupo de pesquisadores, na Holanda, em 2013 - David Parry/Reuters

A Memphis Meats fabrica seus produtos a partir de células de animais cultivadas em laboratório, diferente de companhias como as norte-americanas Beyond Meat e Impossible Foods e as brasileiras Fazenda Futuro e Superbom, que desenvolvem alternativas à carne com base em proteínas vegetais.

A Memphis Meats afirmou que vai usar os recursos para construir uma fábrica piloto e lançamento de novos produtos.

As ações da Beyond Meat acumulam valorização de quase cinco vezes desde o IPO em maio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.