Apple vai fechar lojas na China até o dia 9 de fevereiro devido ao coronavírus

País é o terceiro maior mercado da empresa e abriga fornecedores

Pequim | AFP

A Apple anunciou neste sábado (1) o fechamento de todas as suas lojas na China até o dia 9 de fevereiro devido à epidemia do coronavírus que já causou 259 mortes no país.

A empresa afirmou em comunicado que tomou essa decisão como medida de precaução, com base "nos últimos avisos dos principais especialistas em saúde".

"Pensamos nas pessoas que são mais imediatamente afetadas pelo coronavírus e nas que trabalham contra o relógio para examiná-lo e contê-lo", acrescentou o texto.

Loja da Apple em Pequim, China - Nicolas Asfouri/AFP

Além de seus pontos de venda, a Apple também afirmou que seus escritórios e contact centers também fecharão até 9 de fevereiro. A loja online permanece aberta no entanto.

A empresa disse que acompanharia a situação de perto.

A China é o terceiro maior mercado da empresa da Califórnia e muitos de seus fornecedores estão localizados neste país.

Alguns desses fornecedores estão instalados em uma área perto de Wuhan, no centro da China, marco zero da propagação do coronavírus.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.