Descrição de chapéu Ao Vivo em Casa

É prematuro falar em fim do isolamento, diz Arminio Fraga

Ex-presidente do BC avalia que o Brasil sairá 'bastate pobre' da crise causada pelo coronavírus

São Paulo

O economista Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central e colunista da Folha, disse que é prematuro falar em saída do isolamento imposto na tentativa de conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

A declaração foi dada durante live promovida pela Folha nesta quinta-feira (16) minutos depois do anúncio da troca do ministro da Saúde.

O presidente Jair Bolsonaro demitiu Henrique Mandetta, com quem travava um embate em torno da política de combate ao coronavíru, e anunciou o médico Nelson Teich​ para o cargo.

“Requer que se apresente uma estratégia [do governo com relação a economia] coerente, que possa ser monitorada, atualizada. Mas está muito longe de voltar ao normal e isso é um tremendo de um desafio. Estou curioso pra ver o que o novo ministro da Saúde vai apresentar. A expectativa é que ele se acerte com o presidente, mas não vejo espaço para liberou geral de jeito nenhum”, disse ele.

A entrevista deu início a uma série de discussões sobre temas econômicos no Ao Vivo em Casa, série diária de lives (transmissões ao vivo), feitas pelo jornal .

Fraga, que é sócio da Gávea Investimentos e presidente do IEPS (Instituto de Estudos para Políticas de Saúde), conversa com o repórter especial Fernando Canzian sobre cenários e alternativas para a recuperação da economia no pós-coronavírus.

Fraga disse ainda que o país vai sair “bastante pobre” dessa crise. “O Brasil está no contrapé do mundo. Temos imensos problemas de desigualdade e fragilidade. Um quadro muito delicado e em cima disso vem essa nova crise super delicada”, afirmou.

O ex-ministro também disse que a crise da saúde e a da economia têm que ser resolvidas ao mesmo tempo.

Todas as quintas-feiras, as lives de economia, organizadas pela editoria de Mercado e pela coluna Painel S.A., vão discutir os desafios de entes públicos, instituições financeiras e empresas de diferentes setores para superarem a crise da Covid-19 e colocarem o país na rota do crescimento.

Todas as quintas-feiras, as lives de economia, organizadas pela editoria de Mercado e pela coluna Painel S.A., vão discutir os desafios de entes públicos, instituições financeiras e empresas de diferentes setores para superarem a crise da Covid-19 e colocarem o país na rota do crescimento.

Ilustração com retrato de Arminio Fraga
O economista Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central e colunista da Folha - Editoria de arte

PROGRAMAÇÃO DAS LIVES

Segunda-feira Poder
Terça-feira Folhinha
Quarta-feira Saúde
Quinta-feira Mercado e Painel S.A.
Sexta-feira Ilustrada, Turismo e Comida

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.