Programa seleciona startups para imersão em Nova York

Empresas escolhidas passarão por consultoria especializada em internacionalização, mentoria e treinamento de pitch

São Paulo

O programa StartOut Brasil, que apoia a inserção de startups brasileiras no exterior, está selecionando 20 empresas nacionais de tecnologia para uma viagem a Nova York.

Entre 19 e 24 de abril de 2020, as escolhidas passarão por consultoria especializada em internacionalização, mentoria e treinamento de pitch —apresentação oral sobre o negócio, para captar investimentos ou clientes. 

O programa inclui ainda visitas a aceleradoras, incubadoras e empresas locais; participação em reuniões com prestadores de serviço; e, por último, apoio para definir uma estratégia de internacionalização. 

O alvo do programa são empresas que já estejam faturando ou que tenham recebido investimentos. O negócio deve ter uma equipe totalmente dedicada a ele e, ainda, a capacidade de promover a expansão no exterior sem deixar de operar no Brasil.

Os empreendedores precisarão arcar com alimentação, hospedagem e passagem. As inscrições devem ser feitas até 20 de janeiro, no site do StartOut Brasil (startoutbrasil.com.br), por meio de um formulário em inglês. O resultado sai em 28 de fevereiro.

O programa StartOut é uma parceria entre Ministério da Economia e das Relações Exteriores, ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores). 

Desde 2017, quando foi criado, o StartOut já levou startups nacionais para Santiago, Toronto, Lisboa, Xangai, Miami e Boston.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.