Ex-espião russo Serguei Skripal não está mais em estado grave, diz hospital

Iulia, filha dele, disse na quinta (5) que está consciente e se recuperando do envenenamento

Serguei Skripal em julgamento em Moscou em 2006
Serguei Skripal em julgamento em Moscou em 2006 - Yuri Senatorov - 9.ago.2006/AFP
Londres | Reuters

O ex-espião russo Serguei Skripal não está mais em estado grave e sua saúde está melhorando rapidamente mais de um mês após ter sido envenenado com um agente tóxico que ataca o sistema nervoso, informou o hospital em que ele está sendo tratado nesta sexta-feira (6).

Serguei Skripal, 66, e sua filha Iulia foram encontrados inconscientes em um banco em uma praça pública na cidade inglesa de Salisbury em 4 de março.

O Reino Unido disse que eles foram envenenados com um agente tóxico desenvolvido inicialmente pela União Soviética. A Rússia negou que tivesse algo a ver com o primeiro uso conhecido de tal toxina em solo europeu desde a 2ª Guerra Mundial.

"Ele está respondendo bem ao tratamento, se recuperando rapidamente e não está mais em estado grave", disse em comunicado a diretora médica do hospital de Salisbury, Christine Blanshard.

Na quinta-feira (5), Iulia Skripal divulgou uma nota sobre o caso, na qual confirma estar consciente, mas diz ainda estar desorientada com o episódio. 

"Eu acordei há uma semana e estou feliz que minha resistência está aumentando diariamente", afirmou ela no comunicado que foi divulgado em seu nome pela polícia de Londres.  

O Reino Unido disse que a Rússia é culpada pelo ataque; Moscou nega qualquer envolvimento. O incidente teve ramificações diplomáticas importantes, com expulsões em massa de diplomatas russos e ocidentais.

Foto sem data retirada de rede social de Iulia Skripal
Foto sem data retirada de rede social de Iulia Skripal - Reprodução/AP

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.