Joko Widodo é reeleito presidente da Indonésia

Terceira maior democracia do mundo anuncia os resultados da eleição de 17 de abril

Jacarta (Indonésia) | Reuters

O atual presidente da Indonésia, Joko Widodo, venceu as eleições presidenciais no país com 55,5% dos votos contra 44,5% de seu oponente, Prabowo Subianto, anunciou a Comissão Eleitoral na manhã de terça (21, noite de segunda no Brasil).

O resultado confirma o cenário previsto pelas pesquisas de boca de urna do pleito de 17 de abril e dá a Widodo uma vitória confortável.

Joko Widodo mostra dedo sujo de tinta que comprova que o presidente já votou na eleição
Joko Widodo mostra dedo sujo de tinta; a marca é usada para identificar os eleitores que já votaram - 17.abr.2019/Antara Foto/Akbar Nugroho Gumay/ Reuters

Há, no entanto, temor de que o candidato derrotado inicie uma batalha judicial para questionar o desfecho da eleição —Prabowo já afirmou em várias ocasiões que o pleito foi amplamente fraudado.

Uma agência responsável por supervisionar a votação afirmou na segunda (20) que as suspeitas de fraude eram infundadas —não haveria provas nesse sentido e observadores independentes garantiram a lisura da eleição, segundo o órgão. 

Porém, uma testemunha da campanha de Prabowo e o maior partido da oposição se recusaram a assinar e validar os resultados oficiais, que foram anunciados com mais de um dia de antecedência depois que a Comissão Eleitoral trabalhou durante a noite de segunda para finalizar a contagem dos votos

"Não desistiremos diante de injustiças, trapaças, mentiras e essas ações contra a democracia", disse Azis Subekti, outra testemunha dos procedimentos eleitorais ligada à campanha de Prabowo.

O candidato derrotado ainda não anunciou se recorrerá à Justiça para questionar o resultado da eleição. 

Autoridades aumentaram a segurança na expectativa de protestos e detiveram dezenas de militantes islâmicos suspeitos de planejar ataques para criar distúrbios durante manifestações.

A polícia usou arame farpado para isolar o prédio da Comissão Eleitoral, além de mobilizar veículos blindados e canhões de água no local.

Agentes também impediram pessoas de viajar do interior do país para a capital, Jacarta, para participar de protestos. 

Eleições gerais

A Indonésia é a terceira maior democracia do mundo

Em um único dia, 193 milhões de pessoas foram chamadas para eleger o presidente e os membros do Legislativo, entre 245 mil candidatos. ​Cerca de 81% dos eleitores compareceram.

Como comparação, as eleições de 2018 no Brasil tiveram 147 milhões de eleitores aptos a votar. No primeiro turno, houve comparecimento de 79%. 

O presidente reeleito, ex-marceneiro e fã de heavy metal, é conhecido como Jokowi. Ele  era visto como “homem do povo” quando se elegeu, em 2014, e com esperança devido ao discurso anticorrupção e pró-investimento estrangeiro

No entanto, ele recebeu críticas durante a campanha por não ter promovido as mudanças que prometeu.

O candidato derrotado, o militar da reserva Prabowo Subianto, 67, promoveu um perfil estatizante na economia e teve o apoio de por grupos islâmicos conservadores

Ele foi acusado de envolvimento no desaparecimento de 13 militantes pró-democracia no final da década de 1990, quando comandava o Exército do país. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.