Homem é visto escalando arranha-céu em Londres sem equipamentos

Com 310 metros de altura, The Shard é o prédio mais alto do Reino Unido

Londres | AFP

Um homem foi visto escalando sem equipamentos o arranha-céu The Shard, em Londres, na manhã desta segunda-feira, de acordo com a polícia metropolitana local. 

A polícia afirmou que foi alertada às 5h15 (1h15 da madrugada em Brasília) de que uma pessoa sem cordas e itens de segurança estava escalando o edifício, situado próximo ao rio Tâmisa. 

silhueta de homem que escala o edifício The Shard, em Londres
No destaque, silhueta de homem que escala o edifício The Shard, em Londres - Reprodução/BBC News

"Os serviços de emergência se deslocaram até o local e o homem fala com agentes da polícia neste momento. Ele não foi detido" afirmou a Scotland Yard em um comunicado nesta manhã. O escalador não foi identificado. 

O Shard (estilhaço, em português) é uma torre de vidros e metal desenhada pelo arquiteto Renzo Piano. O arranha-céu tem quase 310 metros de altura e abriga escritórios, bares e restaurantes. 

O prédio já foi escalado pelo youtuber CassOnline, em 2017, e por ativistas do Greenpeace que protestavam contra a exploração de petróleo no Ártico, em 2013.

No ano anterior, o edifício obteve na Justiça uma decisão que barrava Alain Robert, conhecido como "o homem-aranha francês", de escalar o prédio. 

Procurado pela agência AFP, um porta-voz de Robert afirmou que não se tratava de seu cliente, que atualmente está em viagem na Indonésia. 

Em um comunicado, a Real Estate Management, empresa responsável pela gestão do arranha-céu, afirmou que o escalador tinha sido detido pela polícia e que partes do térreo do edifício estavam fechadas ao público por motivos de segurança. 

"Felizmente, ninguém se feriu nesta perigosa atividade", afirmou a companhia, que informou que vai cooperar com a polícia no inquérito sobre o caso. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.