Descrição de chapéu Moda

Qasimi, príncipe dos Emirados Árabes e estilista, é encontrado morto em Londres

Autópsia não identificou causa da morte, segundo a polícia

São Paulo

O príncipe Khalid Al Qasimi, 39, herdeiro de um dos sete reinos que integram os Emirados Árabes Unidos, morreu em Londres, na segunda-feira (1º), de acordo com a polícia. A causa da morte é desconhecida.

Qasimi era estilista e havia apresentado uma coleção na Semana de Moda de Londres há três semanas. Segundo o jornal britânico Guardian, suas peças foram inspiradas nos nômades urbanos e em um futuro utópico, tendo como pano de fundo as tensões no Oriente Médio. 

 

A polícia disse ter recebido um chamado de "uma morte repentina em uma residência em Knightsbridge [bairro de Londres]". Uma autópsia foi realizada na terça (2), mas os resultados foram inconclusivos. As autoridades aguardam o resultado de novos testes, segundo a BBC. 

O funeral de Qasimi foi realizado nesta quarta-feira (3) nos Emirados Árabes, que terá três dias de luto nacional. Seu pai, Mohammed Al Qasimi, governa o emirado de Sharjah desde 1972.  

Ele estudou moda e arquitetura na escola Central Saint Martins, em Londres, e criou sua primeira coleção em 2008. 

Além do trabalho com moda, ele também chefiava o Conselho de Planejamento Urbano de Sharjah, responsável por projetos de infraestrutura local.

O irmão mais velho de Khalid Qasimi, Mohammed, morreu em 1999, aos 24 anos, de overdose de drogas na Inglaterra. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.