Homem atropela duas manifestantes antirracistas em Seattle

Uma das vítimas morreu, e outra está internada em estado grave

Reuters

Duas manifestantes em Seattle foram atingidas por um carro que acelerou sobre uma multidão durante protesto em uma rodovia, causando ferimentos que levaram à morte de uma e deixando a outra em estado grave.

Seattle tem sido palco de atos desde o assassinato, em 25 de maio, em Minneapolis, de George Floyd, um ex-segurança negro, enquanto ele estava sob custódia policial —o crime foi registrado em vídeo.

Summer Taylor morreu no sábado (4) no Harborview Medical Center, disse a porta-voz Susan Gregg, acrescentando que Diaz Love, a outra manifestante ferida, estava na unidade de terapia intensiva.

Carros de polícia bloqueiam rodovia enquanto policiais analisam asfalto
Patrulha do estado de Washington investiga local de atropelamento - Jason Redmond/Reuters

A polícia disse ainda que o motorista, um homem de 27 anos, de Seattle, foi preso no local do acidente e enfrenta várias acusações criminais.

"A investigação ainda está em andamento. No momento, não há suspeita de uso de drogas ou de álcool como fator no acidente", disse a guarda rodoviária estadual. Os investigadores não sabem se o motorista pretendia atingir as manifestantes.

Um vídeo do incidente postado nas redes sociais mostra um carro branco acelerando, desviando para evitar uma van estacionada para bloquear a estrada e se dirigindo para um pequeno grupo de manifestantes em pânico que tentavam fugir.

O carro pode ser visto atingindo dois indivíduos, arremessados por cima do teto até cair na calçada.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.