Descrição de chapéu Eleições EUA 2020 instagram

Folha fará lives no Instagram com atualizações da eleição americana

Apresentadores do podcast 'Café da Manhã' conversarão com repórteres e correspondentes nos EUA que acompanham o dia de votação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Belo Horizonte

Ao longo da noite desta terça-feira (3), os apresentadores do podcast "Café da Manhã" entrevistarão em lives no Instagram repórteres e correspondentes da Folha nos Estados Unidos que acompanham o dia de votação e a contagem dos votos do pleito americano.

O leitor poderá assistir às transmissões na conta do jornal na rede social, @folhadespaulo.

Às 19h, Magê Flores conversa com Diogo Bercito, que está em Washington D.C., sobre o clima de apreensão na cidade —vários comerciantes colocaram tapumes em suas lojas temendo protestos antirracismo, como os que tomaram as ruas da cidade nos últimos meses.

O repórter também trará informações atualizadas da campanha do presidente Donald Trump, que planeja uma festa na Casa Branca nesta noite.

Patrícia Campos Mello participa de uma live conduzida por Bruno Boghossian às 20h e analisa os impactos que o resultado da eleição terá na política americana. A repórter especial também comenta sobre a possibilidade de uma intensa batalha judicial nas próximas semanas sobre a contagem dos votos.

A correspondente da Folha nos Estados Unidos, Marina Dias, fala com Magê às 21h e traz notícias de Delaware, berço político de Joe Biden. O democrata passará a noite da eleição em sua cidade natal, Wilmington, e deve discursar ao fim do dia.

Natasha Madov conversa ao vivo com Boghossian, às 22h, da Filadélfia, na Pensilvânia, um estado-chave para a disputa eleitoral deste ano. A expectativa ali é que haja demora e dificuldades na contagem dos votos, além do risco de violência por causa de uma eventual presença de grupos armados nos locais de votação.

Às 22h30, Magê e Boghossian falam com a repórter Natasha Bin, que está na Flórida e traz os resultados do estado. Além de ser um estado-chave, a Flórida tem o terceiro maior número de votos no Colégio Eleitoral. Uma vitória ali pode definir a disputa.

Por fim, o repórter especial da Folha Igor Gielow analisa em live com Magê o que representaria para a política americana e para o mundo uma vitória (ou uma derrota) do presidente Donald Trump.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.