Em fala descontraída, papa diz que Brasil não tem salvação: 'Muita cachaça e nada de oração'

Francisco respondeu a pedido de bênção de padre brasileiro após audiência geral no Vaticano

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Quando o padre João Paulo Souto Victor viajou a Roma para fazer um mestrado sobre a influência das redes sociais na formação da consciência cristã, ele não imaginava que o final de seu período na capital italiana seria com um vídeo dele próprio viralizando na internet.

Nesta quarta (26), após o fim da audiência geral no Vaticano, o religioso da diocese de Campina Grande (PB) encontrou o papa Francisco e pediu uma bênção aos brasileiros. De forma descontraída, o pontífice abriu um sorriso e disparou: "Vocês não têm salvação. Muita cachaça e nada de oração".

O vídeo, gravado por um colega, rapidamente ganhou força nas redes, e a repercussão assustou o padre, tamanha a quantidade de mensagens que recebeu. "Estou surpreso e feliz, porque foi uma experiência única. Olhar nos olhos do papa, ver seu semblante tranquilo, o sorriso afetuoso", disse por telefone João Paulo, para quem a declaração demonstra a capacidade de Francisco de nos surpreender.

O padre brasileiro de 37 anos está na Europa há um ano e oito meses, e o encontro desta quarta marcou o fim do período dele na capital italiana, após estudar teologia moral na Academia Alfonsiana de Roma. O contato com o pontífice argentino foi espontâneo, sem preparação, afirma ele, que definiu o momento como um sonho realizado. "Depois de brincar ele fez o sinal da cruz na minha testa", conta.

O papa Francisco acena após audiência geral no Vaticano
O papa Francisco acena após audiência geral no Vaticano - Alberto Pizzoli/AFP

"Sempre digo que o papa tem um afeto imenso pelo Brasil. Ele sempre se dirige ao país com palavras positivas. A palavra do papa é sempre de ânimo e encorajamento."

Ainda que Francisco tenha brincado com a quantidade de cachaça e de orações dos brasileiros e diga, em tom descontraído, que o Brasil não tem salvação, a posição do pontífice está distante da opinião da população do país, de acordo com levantamento recente do Datafolha.

Lá Fora

Receba toda quinta um resumo das principais notícias internacionais no seu email

Apesar das crises sanitária, política e econômica, a maior parte dos brasileiros se diz orgulhosa do país e esperançosa sobre o futuro. Segundo o instituto, 90% dos entrevistados afirmam que o Brasil tem jeito, e 8% disseram que não. Disseram que depende 2% dos entrevistados. O Datafolha também questionou se os brasileiros têm orgulho do país, e 70% dos entrevistados dizem ter mais orgulho do que vergonha do Brasil, ante 26% que afirmaram o oposto. Não soube responder 1%, e outros 2% deram outras respostas.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O Datafolha ouviu 2.071 pessoas de todo o país nos dias 11 e 12 deste mês. O nível de confiança do levantamento é de 95%.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.