Voto impresso e mudanças eleitorais em debate no Congresso para 2022; ouça podcast

Pacote em discussão inclui proposta baseada em suspeitas sem provas levantadas por Bolsonaro

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é um defensor de longa data do voto impresso –a ideia de imprimir um comprovante do voto digitado na urna eletrônica. O presidente já deu declarações questionando a lisura do sistema eleitoral brasileiro, e disse que, sem o voto impresso, a eleição presidencial de 2022 será alvo de fraude, sem apresentar provas.

O projeto para implementar essa proposta tramita no Congresso junto com várias outras mudanças nas regras das eleições, como a volta do financiamento empresarial de campanha e a mudança do sistema de eleição de parlamentares do proporcional para o distritão.

No episódio desta terça-feira (25) do Café da Manhã, o repórter da Folha Ranier Bragon explica a pressa do Congresso em mudar regras eleitorais e a defesa de Bolsonaro do voto impresso.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:​

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Bruno Boghossian e Maurício Meireles, com produção de Jéssica Maes, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.