Descrição de chapéu Eleições 2018

Ciro Gomes diz que sugestões do centrão são bem-vindas e que não ferem princípios

Assessor do pré-candidato do PDT à Presidência se reuniu com o bloco

Ciro Gomes durante encontro com empresários do setor de máquinas e equipamentos na ABIMAQ, em São Paulo - Diego Padgurschi/Folhapress
Sarah Mota Resende
São Paulo

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou que as sugestões do centrão, bloco capitaneado pelo PP e pelo DEM, são bem-vindas no seu plano de governo para o país e que elas não ferem princípios do seu partido, tradicionalmente ligado à esquerda.

"Eu não quero ser dono da verdade, não quero ser ditador do Brasil. Eu quero reunir as melhores ideias e quero que isso celebre um novo projeto de desenvolvimento. As sugestões [do centrão] são todas bem-vindas e nenhuma delas vai ferir [nossos] princípios", disse o político após reunião com empresários do setor de máquinas e equipamentos na sede da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), em São Paulo. 

Nesta terça (17), Mauro Benevides, coordenador do plano econômico de Ciro se encontrou com técnicos indicados pelo consórcio DEM, PP e Solidariedade, como informou a coluna "Painel". Benevides afirmou que de seis pontos tratados, há convergência do PDT com o centrão em cinco. Na Abimaq, Ciro afirmou que, por não ter se encontrado com Benevides até então, não sabia quais eram os tais pontos. "Mas Mauro me disse que nenhum deles fere princípio nenhum", disse Ciro. 

O político, que nesta manhã também se reuniu com líderes do PC do B em Recife (PE), ainda comemorou a proximidade com o centrão. "A nova geração de políticos desses partidos está pedindo para discutir programa de governo. Viva, todas as discussões deveriam ser assim, sobre programa de governo, e não coisas menores, problemas fisiológicos, como infelizmente a tradição aponta", disse Ciro. 

Para o pré-candidato do PDT, não há contradição em dialogar com legendas de posições ideológicas diferentes e que ele já fez isso no Ceará quando governou o estado.

"O problema brasileiro é tão grave e tão complexo que é absolutamente ilusória a ideia de que algum candidato vai resolvê-lo sem manter um diálogo com forças contraditórias às suas forças originais.” 

No encontro com a cúpula do PC do B, o pedetista fez um apelo para que o partido o apoie já no primeiro turno. Segundo participantes, Ciro se apresentou como candidato mais competitivo no campo da esquerda, duvidando do poder de transferência de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para um nome indicado por ele dentro do PT. Apesar de não descartar uma aliança com o PDT ainda no primeiro turno, o PC do B mantém hoje a tendência de lançar Manuela D'Ávila como candidata da legenda à Presidência.

"Em nenhum momento deixamos de considerar, e com muito respeito, a candidatura da Manuela, que, aliás, tem se desenvolvido de forma brilhante. Eu apenas quis comunicar, como já tínhamos lá atrás o entendimento, os meus passos diretamente a eles do PC do B porque eu espero governar com eles", disse Ciro na sede da Abimaq. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.