Descrição de chapéu Eleições 2018

Marina diz que PT não deve ter representante em debate na TV

Presidenciável afirma que Lula assumiu ônus ao se manter na disputa

Joelmir Tavares Thais Bilenky
São Paulo

A candidata Marina Silva (Rede) disse nesta terça-feira (7) que a ausência do PT nos debates é consequência da decisão de manter o ex-presidente Lula na disputa.

“Quem decide quem vai participar ou não são as regras do jogo. Neste momento o debate é entre candidatos, não a vices. Senão, você cria uma situação de dois pesos e duas medidas”, disse ela em evento na capital paulista.

O primeiro debate ocorrerá na quinta-feira (9) na TV Bandeirantes. O PT quer ser representado por Fernando Haddad, que assumirá a candidatura se Lula for vetado definitivamente pela Justiça.

Sem mencionar o nome de Lula em nenhum momento, Marina afirmou que “a falta de representação do candidato do PT é por uma decisão do PT de manter candidato alguém que está impedido pela lei”.


“O PT bancou essa decisão, então participar ou não é em função da decisão política que foi tomada pelo partido”, afirmou Marina.

Ela criticou o general Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, segundo quem o Brasil "herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”.

“É uma frase eivada de preconceito e desconhecimento da história do Brasil”, comentou.

A ex-senadora fez as afirmações a jornalistas na saída de conversa com o apresentador Luciano Huck em um encontro sobre agenda digital para o setor público.

O comunicador e empresário foi um dos curadores do GovTech, evento que recebeu também os candidatos Henrique Meirelles (MDB), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL) e João Amoêdo (Novo).

Questionado sobre a sucessão presidencial nesta segunda (6), na abertura do seminário, Huck indicou ter preferência por Marina Silva, embora também simpatize com Geraldo Alckmin.

À ex-senadora ele dedicou adjetivos como íntegra e correta. O ex-governador foi chamado por ele de "cara correto" e "político competente", apesar de ser da "velha política".

Além de ter se encontrado recentemente com a equipe de comunicação de Marina, o apresentador tem atuado na cena política como incentivador de novos candidatos ao Legislativo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.