Mulher que aparece em foto ao lado de Haddad não é jornalista da Folha

Foto foi tirada em 2012 quando o petista fazia campanha para prefeitura de São Paulo

Sarah Mota Resende
São Paulo

Não é verdade que a mulher que aparece em uma foto ao lado do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, seja a repórter Patrícia Campos Mello, como sugere um texto que circula em redes sociais.

"Esta é a jornalista Patrícia Campos Mello, que fez a matéria contra Bolsonaro na Folha. Petista de carteirinha!", diz mensagem que acompanha a foto em redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas, como Facebook, Twitter e WhatsApp.

A foto que circula nas redes foi feita em outubro 2012, no dia 27, véspera do segundo turno do pleito municipal daquele ano, quando Haddad disputava a prefeitura de São Paulo, e é de autoria de Fábio Braga. O petista foi eleito e ficou no cargo até 2016, quando perdeu a reeleição.

Em outubro de 2012, Haddad cumprimenta eleitores após carreata na Zona Leste em último dia de campanha do candidato a prefeito da cidade de São Paulo
Em outubro de 2012, Haddad cumprimenta eleitores após carreata na Zona Leste em último dia de campanha do candidato a prefeito da cidade de São Paulo - Fabio Braga - 27.out.12/Folhapress

Na ocasião em que a foto foi feita, Haddad fazia carreata pela zona leste de São Paulo, na região da Cidade Tiradentes, quando posou entre duas mulheres cujas identidades não são conhecidas.

Campos Mello é a jornalista que assina a reportagem, publicada pela Folha nesta quinta-feira (18), mostrando que empresas compraram pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp.

Como revelou a reportagem da Folha, empresas apoiando o candidato Jair Bolsonaro (PSL) compram o serviço usando a base de usuários do próprio candidato ou bases vendidas por agências de estratégia digital.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.