Entidades fazem ato na USP em defesa da democracia e da liberdade de imprensa

Evento no Largo São Francisco é organizado por associações de jornalistas, OAB e centros acadêmicos

São Paulo

O Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP,  no largo São Francisco (região central de São Paulo), receberá nesta segunda-feira (9), às 19h, um ato em defesa da democracia e da liberdade de expressão no Brasil.

O evento é organizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), ABI (Associação Brasileira de Imprensa) e Instituto Vladimir Herzog, além dos centros acadêmicos da USP Lupe Cotrim e 11 de Agosto, e Centro Acadêmico Vladimir Herzog, da Faculdade Cásper Líbero.

“Diante do atual cenário brasileiro, a manifestação tem como objetivo afirmar a importância da atividade jornalística como um dos pilares da sociedade democrática e agrupar cidadãs, cidadãos, entidades sindicais e sociedade civil em defesa da democracia”, diz nota divulgada pelas entidades sobre o evento.

A manifestação ocorre em meio a ataques sofridos por jornalistas e veículos de comunicação via redes sociais e outros meios. Os ataques do presidente Jair Bolsonaro à imprensa em atos e discursos é um dos alvos de preocupação.

Entre outras ações, o presidente assinou em agosto uma MP (Medida Provisória) que acaba com a obrigatoriedade da publicação de balanços por empresas na mídia impressa —a ação foi considerada uma retaliação contra coberturas que desagradam Bolsonaro.

Uma das presenças confirmadas é a do jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, que tem divulgado com outros veículos (incluindo a Folha) mensagens trocadas entre procuradores da Lava Jato

Também confirmaram presença o professor emérito da Faculdade de Direito da USP Fabio Konder Comparato, a juíza Kenarik Boujikian, a cineasta Lais Bodanzky, a cantora Karina Buhr, e os jornalistas Reinaldo Azevedo e Juca Kfouri, ambos colunistas da Folha.

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do publicado inicialmente, o Centro Acadêmico Vladimir Herzog é da Faculdade Cásper Líbero, e não da USP. O texto já foi corrigido.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.