Descrição de chapéu jornalismo mídia google

Google News lança Destaques, com notícias selecionadas pelos veículos

São 200 parcerias remuneradas firmadas no Brasil, Alemanha, Canadá, Argentina, Reino Unido e Austrália

São Paulo

O Google estreia nesta quinta-feira, no Brasil e na Alemanha, um novo formato de leitura de notícias. O Google News Showcase, chamado Destaques aqui, oferece conteúdos diários escolhidos e editados pelos próprios veículos. A Folha, entre outros jornais e sites brasileiros, está na plataforma.

O objetivo, segundo a empresa, é fornecer aos leitores mais informações sobre as histórias que importam e permitir que os editores desenvolvam relacionamentos mais profundos com seu público.

"Destaques é mais um programa de licenciamento de notícias existente, o qual paga às publicações por conteúdo jornalístico de qualidade e se soma a outros esforços relacionados a notícias, como Assine com o Google, Web Stories e notícias em áudio", anuncia a empresa.

Num primeiro momento, os painéis do Destaques aparecem apenas no Google Notícias no Android (sistema operacional do Google) --o download na Play Store é gratuito. Depois, ainda sem data definida, poderão ser acessados no iOS (do iPhone) e no Google Discover.

Manchetes sobre coronavírus e Mafalda
Exemplos de painéis da Folha que estarão no Destaques do Google News - Reprodução

Esses painéis estarão nos feeds personalizados para usuários junto de outros conteúdos, classificados por relevância pela plataforma. Inicialmente, trarão a manchete e links para reportagens e artigos, com informações extras em linha do tempo ou itens destacados.

Os leitores poderão, também, seguir suas publicações preferidas. Com isso, os conteúdos aparecem primeiro no Google Notícias. Dentro do app, basta buscar pela Folha, clicar no ícone do jornal e selecionar a estrela para seguir.

"A parceria entre a Folha e o Google comprova o valor do conteúdo vindo do jornalismo profissional, a importância da informação confiável, como ficou claro durante a pandemia, em que a diferença entre fato comprovado e fake news pode ser a diferença entre a vida e a morte", diz Sérgio Dávila, diretor de Redação da Folha.

“Com Destaques, o Google dá mais um passo para reforçar seus laços com os produtores de conteúdo jornalístico e com os nossos usuários no Brasil. Cada publicação terá uma área dedicada para reforçar sua identidade e voz editorial, atrair novos leitores e gerar mais tráfego para seus sites”, diz Andrea Fornes, diretora de parcerias de produtos de notícias para a América Latina do Google.

"A monetização do conteúdo de qualidade é fundamental para um modelo de negócios saudável", diz Antonio Manuel Teixeira Mendes, superintendente do Grupo Folha. "O 'Destaques' caminha nesse sentido."

Os participantes do News Showcase/Destaques são remunerados. Segundo o Google, são 200 parcerias firmadas até agora no Brasil, Alemanha, Canadá, Argentina, Reino Unido e Austrália, sendo os quatro último países os próximos a receberem o produto. Depois, estão no mapa Índia, Bélgica e Holanda.

"Este compromisso financeiro, nosso maior até agora [US$ 1 bilhão em três anos], vai pagar veículos de mídia para criarem e promoverem curadoria para conteúdo de alta qualidade para um tipo diferente de experiência online de notícias", disse em nota o presidente-executivo da Alphabet, controladora do Google, Sundar Pichai. ​

No Brasil, além da Folha, estão no Destaques mais de 20 publicações, de cobertura nacional, como o portal UOL, o jornal Estadão, as revistas Veja e piauí, além de Band e Jovem Pan, e de coberturas locais/regionais, como A Gazeta (Espírito Santo), Jornal Correio (Bahia), Correio Braziliense, Estado de Minas, Folha de Boa Vista (Roraima), Folha de Pernambuco, GZH (Rio Grande do Sul), Gazeta do Povo (Paraná), Jornal do Comércio RS (Rio Grande do Sul), NSC Total (Santa Catarina), O Dia (Rio de Janeiro), O Tempo (Minas Gerais) e Portal Correio (Paraíba).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.