Trecho da BR-163 foi asfaltado no governo Bolsonaro, como afirma post

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, pista foi pavimentada em julho de 2019

São Paulo

Um meme segundo o qual um trecho da BR-163 entre Novo Progresso e Moraes de Almeida, no Pará, foi asfaltado pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido) é verdadeiro, conforme verificou o Comprova.

Apesar de a publicação não indicar a exata localização do trecho, a equipe conseguiu identificar a rodovia a partir de vídeos no YouTube e confirmou com moradores e empresários da região que se trata do km 376 da BR-163.

A partir da identificação do trecho exato da rodovia, a reportagem entrou em contato com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que informou que o trecho foi pavimentado em julho de 2019. As informações batem com outras notícias publicadas no site do órgão no ano passado. Além disso, diversos vídeos de caminhoneiros que trafegaram na região entre julho e agosto do ano passado mostraram as obras realizadas.

Apesar de ter sido concluída e totalmente atribuída ao governo Bolsonaro pela montagem, a obra chamada de Operação Xingu teve início com um Termo de Execução Descentralizada entre o Dnit e o Exército, em agosto de 2017, quando o chefe do Executivo ainda era Michel Temer. Reportagens também revelam que, com exceção do trecho, grande parte da BR-163 já estava asfaltada em 2018.

Pista de rodovia de mão dupla, com uma faixa, molhada de chuva, com nuvens carregadas no céu
Trecho da BR-163 no Pará asfaltado durante a gestão Bolsonaro - Zanone Fraissat/Folhapress

O Comprova encontrou versões desse mesmo meme publicadas desde agosto de 2019. A página Eu Sou de Direita e o perfil que compartilhou a publicação no Grupo da Página Jair Bolsonaro Presidente 2018, que republicaram o meme recentemente, não responderam as tentativas de contato.

Verificação

Na terceira fase, o Comprova verifica conteúdos sobre a pandemia da Covid-19 e as políticas públicas do governo federal. Uma publicação falsa ou enganosa sobre essas realizações resulta em interpretações equivocadas sobre a realidade e a efetividade dos representantes políticos, os quais são escolhidos por meio das eleições.

Até o dia 15 de outubro, a publicação original tinha 41 mil compartilhamentos. Só um deles, feito no Facebook, registrou mais 2.200 reproduções e mais de 6 mil interações. Durante o ano passado, dezenas de posts semelhantes, com as mesmas imagens, também circularam pelas redes sociais.

Comprovado, para o Comprova, é um fato verdadeiro; evento confirmado; localização comprovada.

A investigação desse conteúdo foi feita por A Gazeta, Poder360 e Piauí e publicada na segunda-feira (19) pelo Projeto Comprova, coalizão que reúne 28 veículos na checagem de conteúdos sobre coronavírus e políticas públicas. Foi verificada por Folha, UOL, Jornal do Commércio, Estadão, O Povo, Correio, GZH e NSC.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.