Descrição de chapéu senado congresso nacional

Mãe de Ciro Nogueira assume vaga do filho no Senado e diz que ficou 'espantada' ao virar suplente

Este será o primeiro mandato político da empresária Eliane Nogueira, 72, também filiada ao PP

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

Eliane Nogueira (PP-PI), mãe do futuro ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, tomou posse como senadora na tarde desta quarta-feira (28). Ela era a primeira suplente do ex-senador e disse que ficou espantada quando foi escolhida para compor a chapa com o filho.

“Lembro como se fosse ontem do dia em que fui escolhida para ser a primeira suplente de meu filho na chapa que concorreria ao Senado. Apesar de inicialmente espantada, reforcei que estou à disposição para fazer o melhor pelo povo do meu estado”, escreveu nesta quarta em uma rede social após a posse.

Homem de terno ao lado de mulher posam para foto
O ex-senador e futuro ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), com a mãe, Eliane Nogueira (PP-PI), que tomou posse nesta quarta-feira (28) na vaga do filho - Jefferson Rudy/Agência Senado

O segundo suplente de um dos principais líderes do centrão era Gil Marques de Medeiros, conhecido como Gil Paraibano. O político foi eleito prefeito de Picos (PI) na última eleição municipal, em 2020.

Devido ao recesso parlamentar, a cerimônia de posse ocorreu na Sala da Presidência do Senado e foi conduzida pelo 2º secretário da Mesa, senador Elmano Ferrer (PP-PI).

Também filiada ao PP, Eliane tem 72 anos, é empresária e este será o seu primeiro mandato político.

Nessa terça-feira (27), Ciro aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para ser o novo ministro da Casa Civil.

O anúncio foi feito pelo parlamentar no Twitter e consolida a influência do centrão no governo federal.

"Acabo de aceitar o honroso convite para assumir a chefia da Casa Civil, feito pelo presidente Jair Bolsonaro", escreveu Ciro. "Peço a proteção de Deus para cumprir esse desafio da melhor forma que eu puder, com empenho e dedicação em busca do equilíbrio e dos avanços de que nosso país necessita."

O ex-senador esteve no Palácio do Planalto por cerca de duas horas para uma reunião com Bolsonaro.

A posse de Nogueira provocou mudanças em outros ministérios. O general Luiz Eduardo Ramos, que hoje ocupa a Casa Civil, irá para a Secretaria-Geral da Presidência —ocupada por Onyx Lorenzoni.

Onyx será o titular do novo Ministério do Emprego e Previdência, a ser recriado com o desmembramento do Ministério da Economia.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.