Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
31/12/2010 - 08h30

Aluguel pago a filho de Lula é alvo da oposição

Publicidade

DE BRASÍLIA

Líderes da oposição criticaram o fato de Fábio Luís, o Lulinha, filho do presidente Lula, ter aluguel de R$ 12 mil pago pelo Grupo Gol, empresa que possui contratos com o governo federal e que pertence a Jonas Suassuna, sócio dele na Gamecorp.

A história foi revelada pela Folha ontem.

Lulinha diz que mobiliou imóvel e pagou despesas
Empresário paga aluguel de R$ 12 mil de filho de Lula
Oi eleva repasse a empresa deficitária de filho de Lula
Filhos de Lula são sócios em 2 holdings

"Será que haveria benevolência com outra pessoa que não tivesse nenhuma ligação com o governo? Quem no Brasil tem seu aluguel pago de forma despretensiosa por quem quer que seja?", questionou o deputado federal, Gustavo Fruet (PSDB-PR).

O líder do PSDB na Câmara, João Almeida (BA), ironizou dizendo que a melhor obra de Lula é seu filho. "Ele é um sucesso empresarial, uma obra fantástica."

Nessa semana, a Folha revelou que a Gamecorp, apesar de acumular prejuízos e dívidas, continua recebendo investimentos da Oi e atraindo sócios.

Além disso, Lulinha abriu, em agosto deste ano, duas holdings junto com seu irmão Luís Cláudio.

"Espero, no mínimo, que a Receita esteja de olho nisso tudo. Infelizmente é uma banalização de valores", afirmou o líder do DEM, Paulo Bornhausen (SC).

O presidente não havia falado com imprensa até o fechamento desta edição. A assessoria de imprensa do Planalto não comentou o caso.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página