Spotify quer lançar aparelho para tocar música de streaming em carro

Grupo espera conquistar espaço no mercado de hardware com novo aparelho de entretenimento

Anna Nicolaou Tim Bradhshaw
Financial Times

O Spotify tem uma nova meta, em seu esforço por se tornar independente dos aparelhos fabricados pela Apple, Amazon e Google: o painel dos automóveis. O pioneiro do streaming de música planeja lançar um player controlado por voz para uso em carros, dentro de alguns meses, de acordo com pessoas familiarizadas com seus planos, o que representaria sua primeira incursão no hardware.

Apple, Google e Amazon, que controlam os smartphones e os alto-falantes inteligentes que a maioria dos assinantes do Spotify usam para ouvir música, estão oferecendo serviços concorrentes de streaming, agora que as empresas de tecnologia passaram a enfatizar cada vez mais o entretenimento como nova fonte de receita ou como maneira de reforçar a fidelidade dos consumidores.

00
Spotify vai lançar um player controlado por voz para uso em carros - Lucas Jackson/Reuters

Isso força companhias como o Spotify a buscar novas maneiras de diferenciar seus serviços e criar um conexão mais direta com seus clientes. O aparelho do Spotify vai se sincronizar com os sistemas de som dos carros por meio de uma conexão Bluetooth e botões de "preset" associados a "playlists" do Spotify, de acordo com pessoas informadas sobre os planos.

O aparelho também poderia ser controlado por voz, segundo as mesmas pessoas. A experiência seria semelhante ao acesso a música via alto-falantes inteligentes Echo, da Amazon, mas usando o sistema "Spotify Voice", que a empresa mesma desenvolveu e começou a oferecer em seu app para smartphones no ano passado.

O Spotify planeja cobrar US$ 100 pelo aparelho, o que o tornaria mais barato do que os produtos das marcas mais conhecidas de sistemas de som para carros. A empresa vem colaborando com a Flex, fabricante de eletrônicos, para produzir o aparelho. O Spotify e a Flex se recusaram a comentar.

Havia muitos boatos em circulação sobre as ambições do Spotify no hardware, depois que a empresa se registrou em junho na Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos Estados Unidos, o que seria necessário para obter licença das autoridades regulatórias para a venda de aparelhos sem fio nos Estados Unidos. Outro sinal do interesse do Spotify pelo mercado automotivo foi o lançamento esta semana de um novo modo "car view" para seu app Android, que oferece controles maiores e simplificados quando detecta que o sistema está em uso conectado a um carro por Bluetooth.

Os carros se tornaram um campo de batalha entre gigantes da tecnologia como a Apple e o Google, que desenvolveram sistemas para integrar apps de smartphones aos painéis dos automóveis, com base em suas plataformas móveis.

O Spotify pode ser usado em carros que aceitam software de rivais, a exemplo do Apple CarPlay e do Google Android Auto. Embora a adoção do CarPlay e do Android Auto tenha crescido nos últimos anos, o Bluetooth tem posição estabelecida nos automóveis há mais de uma década, o que oferece ao novo produto do Spotify um acesso maior ao mercado

"Existe uma grande batalha pelo carro", disse um executivo da indústria da música. No entanto, "será difícil para o Spotify competir quando Apple e Android já estão integrados a tantos carros".

O Spotify foi pioneiro do modelo de streaming em smartphones que mudou o panorama do setor de música. Mas nos carros, o rádio continua dominante.

Em 2007, nos Estados Unidos, a média dos carros tinha 10,5 anos de idade, o que significa uma geração de automóveis que surgiram antes do iPhone e oferecem opções mais limitadas de conexão a serviços online. Analistas veem os carros como uma fronteira promissora nas guerras do streaming, à medida que mais pessoas substituírem seus carros velhos por modelos novos capazes de conectar smartphones diretamente aos seus sistemas de som.

Assistentes controlados por voz como o Google Assistant e o sistema Alexa, da Amazon, também estão buscando espaço nos automóveis por meio de acessórios como o Roav, da Anker.

Mais de 125 milhões de carros capazes de se conectar a serviços digitais chegarão ao mercado entre 2018 e 2022, de acordo com a consultoria Counterpoint Research.

"Existe uma possibilidade real de que o painel do automóvel seja o campo de batalha para uma nova guerra do conteúdo, na qual o rádio pode enfrentar dificuldades para manter seu posicionamento", disse Larry Miller, professor de negócios musicais na Universidade de Nova York.

O Spotify continua a ser o líder mundial no streaming por larga margem, com 87 milhões de assinantes pagantes em todo o mundo. Mas nos Estados Unidos, o maior mercado de música, a Apple recuperou o atraso e recentemente superou o Spotify, se tornando o maior serviço de streaming de música.

Tradução de PAULO MIGLIACCI

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.