Maior mercado de peixe do mundo, em Tóquio, vai mudar de lugar

Famoso pelos leilões de atum fresco, Tsukiji terá novo endereço a partir de outubro

Bancas com peixes frescos em um mercado
Vendedores de peixe e frutos-do-mar no mercado de Tsukiji, o maior do tipo no mundo - Toshifumi Kitamura - 28.dec.2017/AFP
São Paulo | AFP

No mesmo local há 83 anos, o mercado Tsukiji, maior ponto de comércio de peixes do mundo, no centro de Tóquio, no Japão, vai mudar de lugar. O espaço vai fechar as portas no dia 6 de outubro e será reaberto no dia 11 no distrito de Toyosu, a dois quilômetros de distância.

A mudança deveria ter acontecido em 2016, mas foi adiada por indícios de contaminação do solo no novo endereço, onde funcionou uma refinaria de gás. Uma limpeza foi feita para resolver o problema.

O novo mercado vai levar o nome do distrito Toyosu e dar mais espaço para os 480 tipos de frutos do mar vendidos pelas 42 mil pessoas que trabalham ali todos os dias.

O mercado Tsukiji é famoso pelo leilão de atuns frescos, que só poderá ser visto até 15 de setembro, quando a atividade será encerrada no local. 

O mercado, de acordo com o que um porta-voz da prefeitura disse à agência AFP, terá um corredor com parede de vidro por onde o turista vai observar as negociações. 

Mas os vendedores receiam que os visitantes não frequentem o novo local, devido ao medo de contaminação da carne e da perda da identidade do mercado, atrelado à região central de Tóquio.

De acordo com a AFP, a área do Tsukiji vai virar uma estação de transporte nos Jogos Olímpicos de 2020, mas ainda não há outros planos para a região.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.