Viajantes indicam 16 destinos para curtir os feriadões de 2019 sem ir muito longe

Chapada dos Veadeiros, Boipeba e Montevidéu estão entre sugestões

São Paulo

​Neste ano, os brasileiros terão menos feriados prolongados: serão cinco —contra os dez de 2018. Vai dar para emendar Carnaval, Semana Santa e Proclamação da República, além de Corpus Christi e do Dia do Servidor Público (pontos facultativos).

Os paulistanos terão dois feriadões a mais: o do aniversário da cidade e o da Revolução Constitucionalista de 1932, que é estadual.

Com menos folgas para viajar, é ainda mais importante acertar no destino. Para ajudar nessa escolha, especialistas e viajantes profissionais indicaram lugares para curtir os principais feriados prolongados e também as comemorações de fim de ano.

As sugestões são da confeiteira Dani Noce, youtuber de culinária e viagens; do fotógrafo Keiny Andrade, colaborador da Folha; da presidente da Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) Magda Nassar; do fotógrafo Marcio Nel Cimatti, autor do blog A Janela Laranja; do jornalista Rafael Sette Camara, criador do blog 360 Meridianos; do jornalista Marcos Nogueira, que assina o blog Cozinha Bruta na Folha; e da diretora-executiva da Brazilian Luxury Travel Association Simone Scorsato.

Aniversário  de São Paulo

25 de janeiro (sexta-feira)

Praia da Baleia (SP)
“Em São Sebastião, a praia não tem prédios, então as areias não ficam lotadas. Você encontra seu lugar com facilidade e pode curtir o seu canto mágico com água morna e calma.” 
Marcio Nel Cimatti

​Barra do Ribeira (SP)
“Povoado do município de Iguape, já foi uma vila de pescadores. A Jureia é a única praia ali, com 19 km de extensão e trechos quase sem presença humana. No rio Suamirim, pratica-se caiaque.” 
Keiny Andrade

Carnaval

6 de março (quarta-feira de Cinzas)

Belo Horizonte (MG)
“A capital hoje tem um Carnaval forte e está colada às cidades históricas. Não faltam cachoeiras nos arredores, como as da Serra do Cipó. Uma boa opção para quem quer folia ou tranquilidade.”
Rafael Sette Câmara

Boipeba (BA)
“O caminho até a ilha é um pouco longo, mas a beleza do local faz todo o esforço valer a pena. Além de ser um ótimo lugar para relaxar, o Carnaval da região tem características únicas e tradicionais.” 
Dani Noce

Sexta-Feira Santa

19 de abril

Vitória (ES)
“A capital do Espírito Santo comemora a Semana Santa com um prato muito típico: a torta capixaba. É uma moqueca um pouco mais seca, com peixe fresco, bacalhau, camarão, siri, mexilhão e ostra. Tudo isso é coberto com uma camada de claras e gratinado no forno.”
Marcos Nogueira

Parque Estadual do Ibitipoca (MG)
“O lugar é uma opção para fazer trilhas, acampar e aproveitar as águas escuras que correm pelas pedras das cachoeiras. Dá para visitar grutas e, com sorte, ver lobos-guará, considerados símbolo do local. É possível arrumar ótimas acomodações em Conceição de Ibitipoca, vila a 3 km do parque.” 
Keiny Andrade

Corpus Christi

20 de junho (quinta-feira)

Lençóis Maranhenses (MA)
"Junho é o começo da corrida para o destino, um dos mais bonitos do Brasil. É importantíssimo desembarcar por lá na época certa —vá antes e você verá muitas belezas, mas pode encontrar os lençóis secos e o tempo ruim. A partir de junho, o cenário é aquele das fotos: deslumbrante.”
Rafael Sette Câmara

Chapada dos Veadeiros (GO)
“Esse é o destino perfeito para quem ama o combo de trilhas e cachoeiras. A maioria das caminhadas é tranquila, e as paisagens são surreais.” 
Dani Noce

Revolução de 1932

9 de julho (terça)

Rio de Janeiro (RJ)
“Aproveite o feriado estadual paulista para visitar o Rio enquanto o resto do Brasil trabalha. Coma uma empada de camarão de frente para o mar na mureta do Bar Urca.”
Marcos Nogueira

Península de Maraú (BA)
“Entre os meses de julho e outubro, o litoral baiano torna-se refúgio de baleias-jubarte. Em passeios de barco, é possível assistir a mães e filhotes nadando e, às vezes, saltitando a 50 m de distância.”
Simone Scorsato

Proclamação da República

15 de novembro (sexta-feira)

Foz do Iguaçu (PR)
“O destino vem numa crescente, por conta das inovações nos atrativos —que hoje vão muito além das Cataratas— e da renovação e modernização da rede hoteleira.”
Magda Nassar

 

Petar (SP)
“Patrimônio da Humanidade reconhecido pela Unesco, o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira tem mais de 300 cavernas. O visitante pode entrar em algumas, caso da caverna de Santana, com 8 km de extensão. A parte aberta à visitação tem 800 m, com salões cheios de estalactites.” 
Keiny Andrade

Natal

25 de dezembro (quarta-feira)

São Francisco de Paula (RS)
“Gramado, cidade vizinha, é a autoproclamada capital brasileira do Natal. Você pode mostrar a decoração às crianças e fugir de volta para o aconchego de São Chico, onde a natureza da Serra Gaúcha é mais preservada. O hotel Parador Hampel faz churrascadas pantagruélicas todo domingo.”
Marcos Nogueira

Curitiba (PR)
“Há um belo coral natalino no centro da cidade e uma programação cheia de atrações em São José dos Pinhais, cidade vizinha onde fica o aeroporto.” 
Marcio Nel Cimatti

Ano-Novo
1º de janeiro (quarta-feira)

João Pessoa (PB)
"Sempre é complicado escolher onde comemorar a virada devido ao preço dos principais destinos. Minha sugestão é viajar para uma capital que é uma delícia e não entendo por que ainda não é tão comentada para o Réveillon. Trata-se da arborizada João Pessoa. Escolha seu hotel e consulte sobre a ceia.”
Marcio Nel Cimatti

Montevidéu (Uruguai)
“O resto do Brasil está descobrindo o que os gaúchos já sabem há tempos: passar o Réveillon no Uruguai é uma boa ideia. Não estou falando de Punta del Este, mas de Montevidéu mesmo. Nessa época a cidade não está lotada e tem clima agradável. No dia 31, jovens tomam os arredores do Mercado del Puerto. Para a virada, há muitas festas em restaurantes e clubes. Quem preferir economizar pode ver os fogos na praia, em Pocitos.”
Rafael Sette Câmara

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.