Famoso pelo mil-folhas, Fabrice Le Nud lança festival para comemorar 40 anos de carreira

LUIZA FECAROTTA

O confeiteiro francês Fabrice Le Nud, naturalizado brasileiro, fez fama pelo seu mil-folhas impecável, crocante, equilibrado, com um sedoso creme de baunilha.Agora, ele lança em sua Pâtisserie Douce France um festival para comemorar os 40 anos de carreira.

A cada 15 dias, fica em cartaz uma receita especial, desenvolvida por oito de seus pupilos, que "apareceram nestes anos"."Quero valorizá-los. O chef tem o papel de formador, que treina a sua equipe", diz Le Nud, que chegou ao Brasil nos anos 1980 e passou a incorporar ingredientes autóctones a suas produções, executadas com técnicas francesas.  "Você não pode morrer com seus segredos, precisa passá-los para frente."

De vários talentos que conheceu, escolheu oito, hoje em cidades como São Paulo, Porto Alegre, Rio, para o festival, que dura até o final de novembro. Eles assinam doces autorais que homenageiam Le Nud.

A estreia foi com uma receita de Letícia Cruz, campeã brasileira e latino-americana na Coupe du Monde de la Pâtisserie. Ela acomodou musse de cajá com chocolate cremoso e capim-limão sobre uma base crocante de castanha-do-Pará, reforçando a ponte França-Brasil, tão marcante na carreira de Le Nud.  "É muito bom praticar e pode reproduzir o doce dela. Dá ainda mais calor à criação."


Pâtisserie Douce FranceOnde:  al. Jaú, 554, Jardins; tel. (11) 3262-3542

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.