Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Clássico em Manaus tem invasão e manifesto político venezuelano

Publicidade

Embora jamais tenha se classificado para uma Copa do Mundo, a Venezuela reuniu centenas de seus representantes no clássico entre Inglaterra e Itália, neste sábado (14), em Manaus, vencido pelos italianos por 2 a 1.

No entorno e dentro da arena, a Folha encontrou ao menos uma centena de venezuelanos, geralmente caracterizados com a camisa e bandeira de suas seleções. A maioria torcia pela Itália.

Na arquibancada da Arena Amazônia, uma faixa se destacava entre dezenas outras. "Venezuela dictadura", dizia o protesto. A Fifa bane qualquer tipo de manifestação política nos estádios da Copa, mas este parece ter passado despercebido pela segurança.

A maioria dos venezuelanos chegou a Manaus de carro, usando a BR-174, única estrada de acesso que liga a capital do Amazonas a outro Estado, Roraima, e também à Venezuela.

Além dos venezuelanos, era grande a presença sul-americana, principalmente de colombianos.

Lucas Reis/Folhapress
Faixa com a frase 'Venezuela ditadura' é colocada na Arena Amazônia
Faixa com a frase "Venezuela dictadura" é colocada na Arena Amazônia

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Folha Shop

TV LED TV LED Smart, HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página