Praia de Carneiros, joia do litoral pernambucano, é atingida por óleo

Mutirão realizado por donos de pousadas e pescadores tenta remover poluição

João Valadares
Recife

A praia de Carneiros, um dos principais cartões postais do turismo pernambucano, no litoral sul do estado, amanheceu cheia de manchas de óleo nesta sexta-feira (18). O mesmo local, de acordo com órgãos ambientais, havia sido afetado de maneira bem mais branda no início de setembro.

Clique aqui e veja quais praias já foram atingidas por vazamento de óleo

A mancha desta manhã chegou com a maré cheia, por volta das 6h. Donos de pousadas, pescadores e servidores da prefeitura de Tamandaré realizam um mutirão para tentar remover o material. Às 11h, boa parte da praia havia sido limpa.

Mancha de óleo na praia dos Carneiros, no município de Tamandaré, em Pernambuco
Mancha de óleo na praia dos Carneiros, no município de Tamandaré, em Pernambuco - Clemente Coelho Júnior/Divulgação

Um dos locais mais atingidos foi em frente ao Bora Bora, ponto bastante famoso da praia.

Na tarde desta quinta (17), após detectar a partir de um sobrevoo que havia uma grande mancha em deslocamento para a costa, o governo pernambucano conseguiu coletar mais de uma tonelada do material ainda no mar. 

Desta vez, o plano emergencial preparado pelo governo para conter o avanço do petróleo não conseguiu evitar a poluição.

O secretário de Meio Ambiente de Pernambuco, José Bertoti, afirmou que é impossível saber de onde estão vindo todas as manchas. “Não houve falha. Aquilo que é possível de monitorar, a gente consegue. Tecnicamente, é impossível proteger 200 quilômetros com boias."

Ele informou que foram instaladas barreiras de contenção em dois rios da região. “Estamos priorizando o sobrevoo para localizar as manchas. Vamos trabalhar para fazer o que conseguimos ontem”, declarou.

Bertorti comunicou que já não tem mais boias de contenção e mantas para absorção do óleo. “Nós fizemos uma nova solicitação para a Capitania dos Portos e para o Ibama, mas ainda não recebemos o retorno”, destacou.

Na tarde desta quinta, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), que integra o bloco nordestino de oposição ao governo Bolsonaro, cobrou uma resposta definitiva. “É fundamental que o governo federal identifique a fonte desses vazamentos para que novas contaminações não voltem a acontecer”, disse.

A grande preocupação agora é de que a mancha chegue à praia de Porto de Galinhas, também uma das mais procuradas por turistas. 

O óleo já atingiu 187 praias em 77 municípios de todos os nove estados nordestinos.

Viu manchas de óleo no litoral do Nordeste? Mande seu relato para a Folha ​ ​ ​ ​

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.