Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

AGU quer aumentar para R$ 100 bi valor pago por Vale, BHP e Samarco por tragédia em Mariana

Decisão da Justiça Federal em Minas Gerais fixou valor em R$ 47,6 bilhões

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

A Advocacia-Geral da União avalia recorrer da decisão da Justiça Federal em Minais Gerais que fixou em R$ 47,6 bilhões as multas que as mineradoras Vale, BHP e Samarco devem pagar como indenização por danos morais coletivos provocados à população pelo rompimento da barragem de Fundão, no município de Mariana, em 2015.

Segundo apurou o Painel, o objetivo da AGU com a eventual adoção da medida é aumentar a condenação para quantia em torno de R$ 100 bilhões.

Estragos provocados pelo rompimento de duas barragens da Samarco em Mariana (MG)
Estragos provocados pelo rompimento de duas barragens da Samarco em Mariana (MG) - Avener Prado-26.nov.2015/Folhapress

A AGU também participa de mesa de negociações aberta pelo Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF6) para discutir uma saída negociada para a repactuação das medidas reparatórias e compensatórias relativas aos danos causados pelo episódio.

Em dezembro, uma proposta de R$ 42 bilhões para custear tais ações apresentada pelas mineradoras gerou indignação nos representantes do poder público que integram as negociações, como mostrou a coluna. Somente a estimativa de custos para a reparação e compensação supera R$ 120 bilhões nos cálculos dos órgãos e entidades públicas envolvidas com o assunto.

A barragem da Samarco em Mariana ruiu em 5 de novembro de 2015 provocando uma das maiores tragédias ambientais do Brasil.

A lama que desceu da estrutura matou 19 pessoas, destruiu o distrito de Bento Rodrigues, no município, e poluiu todo o rio Doce desde Minas Gerais, onde nasce, até a foz em Espírito Santo. Parte do litoral do estado também foi atingido pela poluição.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.